banner-spotlightconcertos/músicacultura

Bocelli cantou e maravilhou numa noite perfeita

Estádio Cidade de Coimbra

É preciso recuar ao verão de 2019 para contemplarmos tanta gente junta. O estádio Cidade de Coimbra encheu para ver aquele que é hoje, talvez, o maior tenor da atualidade,  o italiano Andrea Bocelli, para mais um concerto da sua “Believe World Tour”.

O tenor fez-se acompanhar em palco pela Orquestra Filarmónica das Beiras, pelo Coro dos Antigos Orfeonistas de Coimbra, pelo Coro Misto da Universidade de Coimbra e pelos Coimbra Vocal.

Bocelli cantou e maravilhou com interpretações das músicas de grandes compositores, Verdi, Hoffenbach, Puccini, Piazolla e Sartori,  entre tantos outros.

A excelente noite musical iniciou com “Farandole” de Bizet, seguindo-se “La Donna é Mobile” e “Di Quella Pira”.

A primeira convidada do tenor foi a soprano Maria Aleida, que cantou “La Bambola”.

Juntos encantaram as milhares de pessoas que, numa noite fria e bastante chuvosa, saíram de casa para assistir ao concerto e ouvir  “Vicino a Te”, “O Soave Fanciulla”, “Brindisi”, “Canto Della Terra” e “Con Te Partirò”.

O tema “Avé Maria” foi escrito pelo próprio Andrea Bocelli, que diz “em tempos de pandemia senti necessidade de escrever esta música”.

Andrea Bocelli contou ainda com a bailarina Brittany O’Connor para embelezar ainda mais uma noite já de si perfeita.

Os segundos convidados da noite foram os Carisma, um duo de Guitarras, composto pelos violonistas Magdalena Kaltcheva e Carlo Corrieri, interpretando o tema “Libertango”. Foi espectacular ouvir a maestria com que ambos dedilham as cordas da guitarra. 

O tenor Andrea Bocelli canta “Granada” em conjunto com os Carisma.

A terceira convidada de Andrea Bocelli foi a nossa Mariza com “Ó Gente da Minha Terra” e com o tenor cantaram “Besame Mucho”. Mariza foi acompanhada por Luís Guerreiro na guitarra portuguesa, Philipe Ferreira na viola de fado.

Uma palavra para as excelentes actuações da Orquestra Filarmónica das Beiras, do Coro dos Antigos Orfeonistas de Coimbra, do Coro Misto da Universidade de Coimbra e dos Coimbra Vocal que tiveram a dirigi-los o maestro Carlo Bernini.

Foi perante um público deliciado que não arredou pé, nem mesmo quando começou a chover, que ao som de “Nessun DormaAndrea Bocelli encerrou aquela que terá sido para muitos uma noite inesquecível.

A Câmara Municipal de Coimbra e a promotora MOT – “Memories of Tomorrow” agradeceram a todos a presença, pediram desculpa por qualquer inconveniente relativo às regras impostas pela pandemia, e pediram o seu cumprimento por parte do público, conforme as regras da DGS.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!