culturateatro

Conferência Kleist: o(s) sentido(s) da justiça

José Bragança de Miranda, José Gomes Pinto, José Miranda Justo e Maria Filomena Molder

This post is also available in: English (Inglês)

  • 20 outubro – Prof. José Gomes Pinto: “O Duelo: vontade, acção, contingência”
  • 3 novembro – Prof. José Bragança de Miranda: “Da atualidade de Kleist”
  • 17 novembro – Prof.ª Maria Filomena Molder: “Lançadeira e recitação. A propósito da dramaturgia de O Duelo de Kleist”.

Moderação: Carlos Pimenta

Em jeito de preâmbulo à apresentação de O Duelo (25 e 26 de novembro), encenado por Carlos Pimenta, promovemos quatro sessões de reflexão em torno desta obra escrita por Kleist, em 1811.

Refletiremos sobre as dicotomias presentes nesta novela, onde o confronto que lhe dá nome, ao abrigo da arbitrariedade divina, parece ser a única forma justa da humanidade conseguir aferir sobre honra e honestidade.

Estas sessões contarão com a moderação de Carlos Pimenta e a participação da filósofa Maria Filomena Molder, que traduziu e agora adaptou este texto para a encenação de Carlos Pimenta, e dos professores e ensaístas José Bragança de Miranda, José Gomes Pinto e José Miranda Justo.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!