culturaliteratura

Dstgroup lança XXVIII edição do Grande Prémio de Literatura 

em ano dedicado a obras em prosa de autores portugueses

Candidaturas estão abertas até 21 de abril. Galardão será entregue em ano de homenagem ao professor Vítor Aguiar e Silva.

A escritora portuguesa Lídia Jorge será a nova presidente do júri do Grande Prémio de Literatura dst, concurso promovido pelo dstgroup, que comunicou a abertura das candidaturas desta XXVIII edição dedicada a trabalhos em prosa, de autores portugueses, e que distinguirá a melhor obra com um prémio de €15K.

O Grande Prémio de Literatura dst tem registado, ano após ano, recordes de participação – este ano deverá chegar às duas centenas de candidaturas – e continua a afirmar-se como um dos mais importantes prémios nacionais na área da literatura, promovido por um grupo privado.

As candidaturas ao prémio, que já distinguiu 26 escritores portugueses, estarão abertas até dia 21 de abril e com regulamento disponível no site.

O principal objetivo deste prémio, com quase 30 anos, é dar voz às melhores obras literárias e poéticas em Portugal e incentivar e promover a criatividade no setor. Impulsionar a cultura e as artes é encarado como um dever para nós, pois acreditamos serem parte estruturante da construção de uma sociedade mais justa e mais competitiva”, afirma José Teixeira, presidente do dstgroup.

Esta edição do prémio contará com uma homenagem especial ao professor Vítor Aguiar Silva, reconhecido académico do estudo da Teoria da Literatura e, durante 27 anos, presidente do Grande Prémio de Literatura dst, que faleceu em setembro do ano passado.

As obras passarão agora a ser analisadas por três figuras de relevo no panorama literário nacional: José Manuel Mendes, Carlos Mendes de Sousa e agora Lídia Jorge – a escritora foi vencedora deste mesmo prémio em 2019 com a obra “Estuário”.

Este galardão contribui para a promoção da literatura nacional e difusão dos autores portugueses, tendo já distinguido nomes que marcaram o panorama literário como Manuel Alegre, Luísa Costa Gomes, Armando Silva Carvalho, Jacinto Lucas Pires, A. M. Pires Cabral, Sebastião Alba, Vergílio Alberto Vieira, Fernando Guimarães.

O vencedor da edição do Grande Prémio de Literatura dst em 2022, João Luís Barreto Guimarães, foi também distinguido com o Prémio Pessoa no mesmo ano.

De recordar que, em janeiro de 2019, o dstgroup lançou uma versão deste prémio destinada ao mercado angolano, o Prémio de Literatura dstangola/Camões, em parceria com o Instituto Camões, que visa distinguir trabalhos de poesia e prosa de escritores angolanos.

Há 28 anos que promovemos o ‘Grande Prémio de Literatura dst’, que se junta a outras iniciativas de apoio à cultura e às artes, como a nossa galeria de arte, a zet gallery, que apoia centenas de artistas nacionais e internacionais. Através da arte, da literatura, da filosofia, do teatro e da poesia temos a oportunidade de promover a discussão sobre os principais temas que afetam a sociedade: a pobreza, as minorias, as desigualdades sociais e de género, a justiça social, a sustentabilidade, tomando posição na construção da Cosmópolis”, sublinha José Teixeira.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!