concertos/músicaculturaEventos

Eco Festival Azores Burning Summer regressa a São Miguel, de 24 a 27 de Agosto

O Eco Festival Azores Burning Summer acontece desde 2015 na Praia dos Moinhos, na freguesia do Porto Formoso. Um lugar de particular beleza natural e com uma dinâmica social própria que tem marcado diversas gerações locais.

O Festival não pretende ser um evento musical de massas, mas sim um evento de acesso equilibrado, com reduzido impacto ambiental, que valoriza a qualidade da experiência por parte do público e a sua relação com a natureza envolvente que contribui para a afirmação dos Açores enquanto destino turístico sustentável.

O Festival Azores Burning Summer, com o cruzamento de um programa artístico e cultural de dimensão internacional e o seu posicionamento ecofriendly, preenche os padrões da procura turística atual e de um emergente turismo criativo onde as preocupações ambientais são uma prioridade, sempre com o intuito de dinamizar a economia local.

Anualmente, cerca de 60 artistas regionais, nacionais e internacionais sobem aos três palcos do festival. Juntos contribuem para a definição da identidade musical do evento que transpira world music, soul, jazz, dub, funk e outros estilos da música negra. A direção musical resulta da parceria entre Adrian Sherwood, anfitrião e DJ residente, e Filipe Tavares, fundador e diretor do Festival.

Na Praia dos Moinhos as tardes são preenchidas com a programação de acesso livre MOINHOS REVIVAL que contempla a actuação de diversos músicos e DJ’s. Os lugares são pessoas e estas são memórias. O projecto MOINHOS REVIVAL pretende resgatar o espírito de uma época, onde a liberdade, a amizade e o culto pela boa música viveram lado a lado na praia dos Moinhos.

 No Parque dos Moinhos atuam as principais atrações do cartaz. O relvado em declive forma um anfiteatro natural perfeito. No intervalo entre os concertos no Palco Principal, o público dirige-se para a tenda montada no cimo do relvado para assistir aos DJ’s sets no Palco Tropical. A música e a diversão são constantes. Para além do programa musical, o Azores Burning Summer aposta também na vertente ecológica, cultural e social.

 O programa ecológico pretende contribuir para o despertar da consciência ecológica coletiva com a implementação de medidas e práticas que levam à mudança consciente de comportamentos por parte do público, que resultam na redução do desperdício e na alteração dos hábitos do consumo; e na realização de iniciativas como o ECO MARKET (feira de ecodesign e produtos naturais), a EXPO VEÍCULOS ELÉTRICOS (exposição de marcas e modelos de veículos eléctricos e híbridos) e as ECO TALKS (debates com temáticas ambientais e de sustentabilidade).

 O programa cultural pretende abrir portas à reflexão artística através do CINEMA NA PRAIA, com duas noites de cinema ao ar livre na esplanada do Moinho Terrace Café na praia dos Moinhos, que vai contar com os filmes Heal de Kelly Noonan Gores, Meu Pescador Meu Velho de Amaya Sumpsi e Jonah de Kibwe Tavarese da LAND ART, pensada como símbolo permanente do festival, que marca a despedida do Verão, em que na última madrugada do festival o público desce à praia para uma combinação de música, paisagem e fogo.

Este ano o festival ganha uma nova dimensão social com o Programa Comunitário de Saúde VIVE e o Programa HABITAT.

O programa VIVE propõe um novo conceito comunitário de saúde ativa e participada, sustentado na relação de proximidade com a população da freguesia do Porto Formoso, com o objetivo de incentivar a consciencialização do indivíduo a ser um agente ativo e responsável pela sua própria saúde. A programação decorrerá no Centro Cultural do Porto Formoso, durante os meses de Julho e Agosto com diversas actividades: Caminhadas, Aula de Respiração, Hatha Yoga, Vinyasa Flow, Mobilidade, Qigong, Zumba, Dança Senior, Shakti Yoga Dance, Pilates, Treino Funcional, Workshop de Medicina Culinária, Showcooking Vegetariano, Teatro na Comunidade, Workshop de Sexualidade no pós-parto e na idade dos cabelos brancos e Workshop de Medicina Ayurvédica.

O programa HABITAT visa fortalecer o sentimento de pertença e gosto pelo lugar onde se vive, através da valorização e preservação da história, das vivências e tradições, do património cultural e natural. Irá decorrer na freguesia do Porto formoso, durante os meses de Julho e Agosto com as seguintes actividades: sessão de Iniciação ao Mergulho e workshop de Segurança no Mergulho e Preservação Marinha com a orientação do Instrutor de Mergulho Carlos Bicudo da Ponte. Será recuperada a tradicional “Caldeirada do Porto Formoso” que incluirá uma conversa intitulada “Conhecer o Porto Formoso” com a participação do Historiador Mário Moura.

 O Eco Festival Azores Burning Summer foi distinguido em 2022 como o festival mais sustentável de Portugal na 6ª edição do Iberian Festival Awards. Nomeado para seis categorias no Iberian Festival Awards 2022 e posteriormente finalista nas categorias Best Cultural Programme, Best Contribution to SustainabilityBest Hosting and Reception Best Venue, o Eco Festival Azores Burning Summer foi o vencedor, a nível nacional, na categoria de Melhor Contributo para a Sustentabilidade.

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!