culturaentretenimento

Encontros Mágicos animam Coimbra até ao próximo sábado

Coimbra volta a acolher, até 25 de setembro, um dos mais conceituados eventos internacionais de magia, os Encontros Mágicos – Festival Internacional de Magia de Coimbra. Um festival organizado pela Câmara Municipal de Coimbra e produzido pela Luís de Matos Produções Lda., que traz à cidade, nesta sua 25ª edição, 15 artistas internacionais.

A mensagem que vos quero transmitir é esta: sejam bem-vindos a Coimbra!”, começou por afirmar o presidente da Câmara, Manuel Machado, dando as boas-vindas aos mágicos que se encontravam presentes no Salão Nobre dos Paços do Concelho. “Gostaria de saudar a chegada de todos os mágicos que vêm da Argentina, do Brasil, de Espanha, dos Estados Unidos da América, de Inglaterra, Israel, Peru e, claro, de Portugal”, reforçou. “Esta caminhada foi iniciada há 29 anos e teve o impulso dos mesmos, incluindo Luís de Matos, a quem muito especialmente agradeço a organização, o trabalho, a dedicação, o que tem permitido manter os Encontros Mágicos mesmo em tempos extraordinários como este que estamos a viver”, salientou, ainda, Manuel Machado, concluindo: “É graças ao vosso trabalho que a cidade fica mais rica, mais acolhedora, mais atrativa”.

Os Encontros Mágicos acontecem numa altura em que, a nível mundial, todos os festivais similares foram cancelados. Nós temos uma tentação, uma tendência e um vício de olhar para os que são maiores do que nós. A edição deste ano é protagonizada por 16 artistas que vêm de oito países e de quatro continentes. Isto fala bem da dimensão dos Encontros Mágicos enquanto festival internacional de magia, neste caso a acontecer em Coimbra”, afirmou, por sua vez, o produtor do evento, Luís de Matos. “Os Encontros Mágicos são um exemplo claro e inequívoco da dimensão europeia de uma parte da programação regular da cidade, que a tem e que é, de facto, extraordinária, é única”, acrescentou o mágico.

O maior e mais antigo festival de magia realizado em Portugal está de volta à cidade para a sua 25ª edição, contando este ano com 15 artistas de oito países de quatro continentes. São 80 representações que ao longo de cinco dias vão acontecer na rua, em espaços como a Antiga Igreja do Convento São Francisco, o Antigo Colégio das Artes, os Claustros do Museu Machado Castro, o Colégio da Graça, o Jardim da Casa da Escrita, o Jardim do Restaurante do Convento São Francisco, os Jardins do Mosteiro Santa Clara, o Parque Verde, a Praça 8 de Maio e a Praça das Bandeiras do Convento São Francisco.

Uma edição que decorre em contexto pandémico e que, como tal, à semelhança da edição do ano passado, conta com um formato específico, adaptado às orientações das autoridades de saúde, num cumprimento de todas as normas de segurança dos participantes. Desta forma, e apesar dos espetáculos acontecerem no espaço público, serão delimitados de forma a haver controle sobre a lotação e a garantir o distanciamento previsto e necessário. Os espetáculos serão, como sempre, gratuitos, mas mantem-se também a obrigatoriedade de reserva prévia.

As companhias e artistas convidados desta 25ª edição dos Encontros Mágicos são: Arkadio & Solange (Espanha), Bruno (Peru), Civi Civiac (Espana), Dan Marques (Brasil), Danny Cole & Stacey (Estados Unidos da América), Francisco Mousinho (Portugal), James More (Inglaterra), Joaquin Matas (Espanha), Julito Rapado (Espanha), Lautaro (Espanha), Lioz Shem Tav (Israel), Luis de Matos (Portugal), Mago Daba (Argentina), Paulino Gil (Espanha), Peter Wardell (Inglaterra) e Solange (Portugal).

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!