educaçãoportugalsaúdetec

Estudantes do IPS criam aplicações de apoio aos cuidadores de doentes de Alzheimer

This post is also available in: English (Inglês)

Curso piloto, no âmbito do projeto europeu Co-Care, envolveu também docentes, profissionais e utilizadores

Estudantes finalistas do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) desenvolveram, em conjunto com cuidadores informais, profissionais de saúde e da área das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), três aplicações digitais para apoio a quem tem a seu cargo pessoas com doença de Alzheimer.

As soluções desenvolvidas, e que respondem as necessidades distintas, são o resultado de um curso de formação piloto em Portugal, realizado no âmbito do projeto Co-Care – Co-created ICT solutions for Alzheimer’s Informal Caregiving, financiado pelo programa europeu Erasmus+.  Além do IPS, estão envolvidas outras instituições de ensino superior, associações de utilizadores e profissionais dos setores social, da saúde e das tecnologias de Portugal, Espanha, Reino Unido e Bélgica, sob coordenação da Universidade de Vic (Espanha).

O curso piloto, que foi já avaliado pelos parceiros na segunda reunião transnacional do projeto, recentemente realizada em Setúbal, teve como intuito proporcionar conhecimentos e competências para a cocriação, com o envolvimento dos utilizadores, de soluções baseadas em evidência científica, colocando assim as tecnologias de informação ao serviço dos cuidadores informais de pessoas com doença de Alzheimer.

A formação envolveu 11 estudantes finalistas de licenciatura das áreas das Ciências da Saúde (nomeadamente Fisioterapia e Terapia da Fala) e da Engenharia Informática, além de seis docentes, 10 cuidadores informais, três profissionais de saúde e quatro profissionais ligados à área das TIC.

Ao longo de 15 semanas, foram criadas três equipas multidisciplinares, que desenvolveram as aplicações Care-Coach, Rent-a-Care e MediControl, alvo de uma avaliação muito positiva por parte do painel de avaliadores, dada a sua relevância e utilidade para o público-alvo.

A Care Coach é uma aplicação focada em três necessidades centrais dos cuidadores informais, nomeadamente a organização das atividades diárias, programação da atividade física e bem-estar e comunicação com profissionais de saúde. Por seu turno, a Rent-a-Care pretende colocar em contacto os cuidadores informais à procura de serviços de apoio e os respetivos profissionais existentes no mercado. Por fim, a MediControl foi pensada para apoiar o cuidador informal na gestão de medicação de pessoas com doença de Alzheimer, nomeadamente no que respeita à administração de medicamentos, gestão de stock, apoio à prescrição e procura de informações relacionadas com a medicação.

A decorrer até dezembro de 2022, projeto europeu Co-Care propõe-se ainda apresentar resultados em duas outras áreas de intervenção, através de um kit de ferramentas de apoio aos cuidadores informais, que os capacitará para a escolha das soluções tecnológicas mais adequadas, e da implementação de uma comunidade de prática online, que servirá para dar suporte a todos os atores envolvidos, acompanhando o desenvolvimento do curso e do kit de ferramentas.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!