culturaliteratura

Fernando Aguiar distinguido no Prémio Bernard Heidsieck

This post is also available in: English (Inglês)

Fernando Aguiar, nome chave na poesia visual e experimental em Portugal, que tem atualmente uma exposição com obras inéditas na Ato Abstrato — Galeria de Arte, em Lisboa, fez recentemente a curadoria da exposição “Ana Hatherly — Desenhar é falar com o silêncio”, patente no Museo Vostell Malpartida, em Espanha, artista de quem possui um considerável acervo no seu arquivo.

Fernando Aguiar possui um arquivo constituído por cerca de 2.500 originais de poesia visual, e cerca de 50 mil documentos relacionados com poesia experimental e visual, e áreas como a arte conceptual, ‘performance’ e arte postal.

O Prémio de Honra Bernard Heidsieck – Centro Pompidou 2021, que distingue um poeta pelo conjunto da obra, foi este ano atribuído à autora sérvia Katalin Ladik (1942), considerada pelo júri “figura maior e histórica da poesia experimental”.

O Prémio Literário Bernard Heidsieck — Centro Pompidou 2021, que distingue um autor pela sua criação literária, além da edição em livro, foi atribuído à artista croata Nora Turato (1991).

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!