eventosEventos 2024-06festivais

Festival Fado de regresso a Madrid em Junho

Carminho, Cristina Branco e Júlio Resende são cabeças de cartaz desta edição do festival com o tema "O fado e a liberdade"

O Festival de Fado está de regresso e a primeira cidade é Madrid, nos dias 5, 7 e 8 de junho, no Caixaforum Madrid e no Umusic Hotel Teatro Albéniz. Carminho, Cristina Branco e Júlio Resende são os cabeças de cartaz deste encontro emocionante que celebra o Fado enquanto Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A XIV edição do Festival de Fado de Madrid dedicará sua programação à celebração do fado e da liberdade, tanto os concertos quanto o restante da programação estarão focados em valorizar a contribuição do género português para o entendimento e a concórdia.

Durante todo o festival, será possível visitar a exposição “O Fado e a Liberdade” no teatro, Umusic Hotel Teatro Albéniz, criada pelo Museu do Fado e pela EGEAC. Na Filmoteca Española- Cine Doré, sede tradicional do Festival de Fado, o público poderá desfrutar de uma conferência com Rui Vieira Nery, um dos mais prestigiados musicólogos e historiadores portugueses, além do filme “O Cônsul de Bordéus”, um clássico do cinema internacional que destaca a contribuição portuguesa para a liberdade.

SOBRE JÚLIO RESENDE

Júlio Resende, que atua no dia 5 de junho no Caixaforum Madrid, é elogiado pela revista musical internacional “Songlines” pela sua profunda habilidade em reinventar a música tradicional portuguesa através do piano. O seu conceito de “Fado Jazz” é um exemplo perfeito de como o Jazz pode ser um idioma global de expressão musical livre, uma ideia que ele tem mantido desde os seus primórdios, há mais de 30 anos. A liberdade do povo português está intrinsecamente ligada à Revolução dos Cravos de 1974, a qual Resende dedica a sua música “Filhos da Revolução”.

O seu trio em Madrid, composto por Bruno Chaveiro na guitarra portuguesa e Peu Madureira na voz, apresenta uma interação única que revela a rara harmonia entre o Fado e o Jazz, com a participação especial do vencedor do Festival Eurovisão, Salvador Sobral, enriquecendo ainda mais a experiência musical. Essas conexões excepcionais exemplificam a essência da música de Resende: liberdade, profundidade emocional e uma continuidade viva das tradições profundamente enraizadas, marcando sua estreia no Festival de Fado em 2024.

Fado é Amor -Homenagem a Carlos do Carmo | Carminho > Altice Arena ©Luís M. Serrão – iNeews 2021.12.21

SOBRE CARMINHO

Carminho, a grande voz do fado, apresenta no dia 7 de junho no Umusic Hotel Teatro Albéniz, um concerto exclusivo, percorrendo temas de diferentes álbuns de seu vasto repertório. Com a liberdade e a mulher como eixos centrais, a fadista explora várias combinações dentro dos cânones do fado, movendo-se como peixe na água que lhe pertence.

Filha da prestigiada fadista Teresa Siqueira, Carminho nasce entre as guitarras e as vozes do fado, estreando-se em público aos doze anos no Coliseu dos Recreios de Lisboa. Desde então, tentaram-na para gravar álbuns, mas decide esperar até 2009, quando publica “Fado”, tornando-se disco de platina e recebendo o prêmio de melhor álbum de 2011 da revista britânica Songlines. No mesmo ano, colabora com Pablo Alborán em “Perdóname”, tornando-se a primeira artista portuguesa a alcançar o número um na Espanha.

Em 2012, apresenta “Alma”, afirmando-se como a artista portuguesa mais internacional e recebendo prêmios em Portugal. Os álbuns seguintes, “Canto” (2014) e “Maria” (2016), também alcançam o status de dupla platina, consolidando sua relação com o Brasil. Em 2023, lança “Portuguesa”, elevando os padrões do fado, e em 2024, chega ao Festival de Fado para um concerto único com a liberdade como fio condutor.

Cristina Branco © Patrícia Rodrigues – Portugalinews

SOBRE CRISTINA BRANCO

Cristina Branco, que atua no dia 8 de junho no Umusic Hotel Teatro Albéniz, é uma incansável embaixadora da cultura portuguesa no mundo. Ao longo das últimas duas décadas, afirmou-se como uma das cantoras mais prolíficas da atualidade, produzindo uma importante discografia. Embora as suas raízes estéticas estejam profundamente ligadas à música tradicional portuguesa e ao fado, a influência do jazz, da literatura e dos músicos com quem partilha o palco imprime à sua música um carácter universal e um encanto sublime.

Desde os seus primeiros trabalhos, como “Murmúrios” (1998) e “Post-Scriptum” (2000), até aos mais recentes como “Branco” (2018) e “Eva” (2020), Cristina Branco tem explorado novas abordagens à expressão musical do fado, colaborando com diversos artistas e transcendo estilos, culturas e geografias. Em 2024, regressa ao Festival de Fado para apresentar em Madrid o seu mais recente trabalho “Mãe”, num concerto imperdível.

O Festival de Fado acontece em 17 grandes cidades da Europa, África, América Latina e Ásia; O Festival completa 14 edições em 2024 desde o seu início em Madrid.

O Festival de Fado é organizado pela Everythingisnew e a Alto e Bom Som em co-produção com o Museu do Fado | Egeac.

PROGRAMAÇÃO

5 de junho, quarta-feira

  • Concerto – Caixaforum Madrid
    19h00 – Júlio Resende

7 de junho, sexta-feira

  • Conferência – Filmoteca Espanhola Cine Doré
    18h00 – “El Fado y la Libertad” com Rui Vieira Nery
  • Cinema – Filmoteca Espanhola Cine Doré
    19h00 – “O Cônsul de Bordéus” de João Correa e Francisco Manso
  • Concerto – Umusic Hotel Teatro Albéniz
    20h00 – Carminho

8 de junho, sábado

  • Concerto – Umusic Hotel Teatro Albéniz
    21h00 – Cristina Branco

Confirme sempre junto da sala de espetáculos ou promotor as condições de acesso, confirmação da data ou horário, local de venda dos bilhetes, preço e disponibilidade.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!