a concerto selectbanner-spotlightconcertos/músicacultura

Gisela João numa noite intimista e cheia de emoções

Coliseu dos Recreios

Foi no meio de uma floresta encantada, assim descreveu Gisela João o cenário, que numa noite intimista, cheia de emoções, mas também de grande energia, que a cantora portuguesa, deslumbrou um Coliseu dos Recreios esgotado, com um público fan, em que toda a simpatia, qualidade e voz quente da cantora, tornaram o concerto memorável.

É com “Beijos desta louca que vos ama” que Gisela João abre o concerto no Coliseu, ainda antes da cortina se levantar a cantora fala com o público, que a ouve atentamente, todas as atenções estão na voz de Gisela João, num concerto que foi pensado ao pormenor, já na entrada tínhamos uma mini floresta, um pormenor, do que seria o palco, o chilrear de pássaros, que nos acompanham desde que entramos na sala, levando-nos para a floresta encantada da cantora, que termina dizendo “Queremos que se permitam sentir. O tempo é a natureza da aurora. Aqui, amem-se.

Gisela João > Coliseu dos Recreios ©Luís M. Serrão – iNeews < 2021.11.05

O concerto de apresentação de “Aurora” começa com “Tábuas do Palco”, e Gisela João sentada num sofá verde no meio do palco, no meio da floresta encantada, com um foco sobre ela, e na companhia de Luís Pereira, Ricardo Parreira, Francisco Gaspar e Nelson Aleixo foi levando o público por esta viagem que são as suas excelentes canções.

O publico do coliseu, ávido de voltar a ver e ouvir a cantora, não poupou os aplausos, cantou e até dançou, ao som dos novos temas, mas também de alguns dos seus muitos êxitos, que foram passando pela sala de Lisboa.

Em “Longe Daqui” um dos vários momentos em que a cantora se emocionou, e que dedicou a quem mais sofreu, por estar isolado durante a pandemia, ou ainda em “Não Fico Para Dormir” que dedicou a todos os que trabalham na cultura e que tanto sofreram e ainda sofrem.

Gisela João > Coliseu dos Recreios ©Luís M. Serrão – iNeews < 2021.11.05

Estreou ainda uma música “A Casa da Mariquinhas”, propositadamente deixada de fora de “Aurora“, por respeito para com a área da restauração e hotelaria, que pela mão da Capicua, transformou o clássico numa versão mais condizente com a que vivemos de pós-pandemia, que muito agradou ao público presente.

Claro que o clássico da Amália, “Senhor Extraterrestre!”, que cantado por Gisela João, tem sempre o toque de alegria e frescura, e “Louca”, foram momentos altos do concertos, mas também tivemos, um tema mexicano “La Llorona” e “Atrás da Porta” que Chico Buarque escreveu e Elis Regina.

Concerto que foi gravado pela RTP, e que teve vários nomes da música e televisão a assistir, entre eles Maria da Fé e Tozé Brito, e onde Gisela João, deslumbrou todo o Coliseu, mais um concerto memorável.

Gisela João > Coliseu dos Recreios ©Luís M. Serrão – iNeews < 2021.11.05

Alinhamento do concerto
Tábuas do Palco I
Já Não Choro Por Ti
Canção ao Coração
Longe Daqui
Fado para Esta Noite
Madrugada Sem Sono
Senhor Extraterrestre
Instrumental
Não Fico para Dormir
Viras e Malhões
Voltei (estreia)
Hostel da Mariquinhas (estreia)
Atrás da Porta (Elis Regina)
Na Minha Aldeia
Meu Amigo Está Longe
Bailarico Saloio
Tempestade (Mirrors)
La Llorona
Antigamente
Louca

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!