culturateatro

Guarda recebe o espetáculo Internacional de base comunitária “Guarda-Jóias”

This post is also available in: English (Inglês)

Guarda-Joias, espetáculo Internacional de base comunitária será a 21 de agosto no Parque Urbano do Rio Diz

Tem como ponto de partida a iniciativa Sonhar 27 que ausculta as ideias, a criatividade e o pulsar das associações e grupos culturais dos 17 Municípios da Candidatura Guarda 2027, iniciativa dinamizada pelo músico Tiago Pereira. Guarda-joias é um espetáculo de Dimensão Internacional com base comunitária: cruza novo-circo, música, teatro e artes visuais com o imaginário de Eduardo Lourenço, de Vergílio Ferreira e dos testemunhos encontrados na coleção ‘O Fio da Memória‘, editada pela autarquia da Guarda. Tem a direção de José Rui Martins e acontece a 21 de agosto, ao ar livre, no Parque Urbano do Rio DizA bilheteira reverterá a favor das corporações dos bombeiros do concelho da Guarda.

«Guarda-joias será, assim, uma aposta artística onde se cruzam várias expressões artísticas, como teatro, novo circo, artes visuais e, onde a palavra poética narrativa e a música lírica e de musicais são velas de uma embarcação aventureira pelos sinais humanos que embalam um território com um interior apaixonante», refere, a propósito do espetáculo o diretor artístico.

Com a colaboração de criadores nacionais e internacionais, o Guarda-joias conta com as participações das companhias Aerial Strada (Argentina/Espanha) e Des Quidams (França), da ‘Ópera Encantada‘, da Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa e da Associação de músicos regional ‘Opus Pausa’.

«Este é um projeto que constitui uma das alavancas principais da programação prévia da Capital Europeia da Cultura, antes da entrega do dossiê de candidatura. Assumimos, desde o início, que era importante criar projetos que deixassem marca e que garantissem já uma demonstração do que pode ser feito em termos de programação cultural e artística. Guarda-joias vai ser um trabalho de grande envolvimento tanto local como internacional que resultará num espetáculo de charneira, afirmativo da força, da vontade e do sonho que temos para a Guarda, de uma visão cosmopolita», referiu na apresentação do espetáculo o vice-presidente da Câmara da Guarda e coordenador da Candidatura Guarda 2027, Vítor Amaral.

Guarda-joias é um espetáculo comunitário multidisciplinar que reúne mais de uma centena de artistas, técnicos e produtores. Trata-se de uma co-produção internacional que afirma a paixão de um território que sonha em 2027 vir a ser a região portuguesa escolhida para acolher a Capital Europeia da Cultura.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!