banner-spotlightculturamúsica

Helder Morais, apresenta “Murais”

Teatro Maria Matos

Foi na passada terça-feira, 1 de junho, que Murais apresentou pela primeira vez, no Teatro Maria Matos, as músicas do seu primeiro trabalho a solo, o álbum “Murais”. O cantor, compositor e teclista define com este disco, um espaço que considera só seu.

Murais fez-se acompanhar em palco de João Vairinhos na bateria, Miguel Ferrador nos sintetizadores e João Cabrita no saxofone. 

O álbum é composto por 10 canções pop/rock, da autoria de Murais, com letras sobre a vida, a morte, os amores e desamores e as relações difíceis, o respeito ou a falta dele, ou mesmo a angústia e o tédio. “Benvidx”, “Manobra de Heimlich“, “Dentes Afiados”, Marialva”, “Acordadx”, “O Outono”, “Não Sou Pablo, Nada Muda” e “Catatua” são alguns dos temas do disco.

Para cantar com ele “Até Amanhã”, Murais chama ao palco a sua primeira convidada, Catarina Munhá, a quem considera “uma das melhores pessoas que conhece, uma das mais generosas que tem o prazer de conhecer, por quem tem grande admiração e por isso mais que justo para a chamar para este concerto, para partilhar o palco com ele”.

O segundo convidado de Murais é País, cantor brasileiro, natural do Recife, por quem “sente também grande admiração”, cantam “Oi Velho”.

Em relação ao disco Murais conta que foi feito algures entre Lisboa e Recife, no Brasil, teve ajuda na produção de Benque Ferraz, guitarrista e produtor dos Boogarins. Do disco fazem parte canções compostas por ele, canções velhinhas, a mais velhinha é “Outono” escrita em 2011.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!