a news selecçãoconcertos/músicacultura

Lena d’Água vence Prémio José Afonso com ‘Desalmadamente’

A artista Lena d’Água venceu a 32.ª Edição do Prémio José Afonso (PJA) com o álbum ‘Desalmadamente’, informa a Câmara Municipal da Amadora, responsável pela atribuição do galardão.

O júri do Prémio José Afonso 2020 (PJA), constituído pelo compositor Pedro Teixeira da Silva, em representação da Câmara Municipal da Amadora, pelo músico Sérgio Azevedo, em representação da Escola Superior de Música de Lisboa, e pelo vencedor da edição do prémio anterior, António Zambujo, deliberou, por unanimidade, atribuir o prémio ao álbum ‘Desalmadamente’, de Lena D’Água.

O júri considerou que ‘Desalmadamente’ se trata de um álbum composto por brilhantes composições de Pedro da Silva Martins, e onde Lena D’Água demonstra uma capacidade vocal impressionante.

O Prémio José Afonso é promovido pela Câmara Municipal da Amadora desde 1988 e tem como objetivo homenagear o cantor e compositor português José Afonso e incentivar a criação musical de raiz portuguesa, ao premiar um álbum inédito, editado no ano anterior ao da edição do Prémio, cujo tema tenha como referência a Cultura e a História portuguesas.

O álbum vencedor, sublinhe-se, recebe da autarquia o prémio de cinco mil euros.

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!