banner-spotlightconcertos/músicacultura

Matay com um concerto intimo no Festival Lusco Fusco

This post is also available in: English (Inglês)

O artista Matay voltou aos palcos com um concerto intimo no Festival Lusco Fusco, no terraço no Capitólio

No passado domingo, dia 27 de junho, deu-se o segundo dia do Festival Lusco Fusco, uma iniciativa da Sons Em Trânsito, que visa celebrar as noites quentes de verão ao som de alguns dos maiores artistas nacionais, num total de 10 concertos, ao longo de 5 fins-de-semana.

Depois da primeira noite do Festival com António Zambujo, foi a vez de Matay subir ao palco acompanhado pelo coro Soul Gospel Project com o tema “Perfeito“, canção com a qual participou no Festival da Canção 2019, seguido de “Por Favor (Diz-me)“, a sua versão de “Clima” do Dillaz e “Dizer Que Não“.

Foi então que chamou o seu primeiro convidado Mirza, musico que cruzou caminhos com Matay no concurso televisivo a TVI All Together Now, para interpretar o tema “Não Chores Mais“, de seguida convida também Lewis CZM cantarem o recente tema “BYE BYE“.

Ouvimos também “Confia“, “Voltar atrás” no palco com o rapper Estraca, a sua versão de “Stand by me” seguida de “O Que Tu Dás“.

O Festival Lusco Fusco celebra as noites quentes de Verão ao som de alguns dos maiores artistas nacionais, respeitando, claro, todas as regras estipuladas pela DGS para a realização de concertos na fase actual de pandemia. Este ciclo de concertos ao anoitecer acontece no terraço do Capitólio, em Lisboa, de 26 de Junho a 25 de Julho, onde os espetáculos têm sempre início às 20H00.

Poderá ainda assistir a Gisela João, que se apresenta a 3 de Julho, e pela primeira vez, em Lisboa com o repertório do seu mais recente disco, Aurora. No dia seguinte, 4 de Julho, é Tiago Nacarato, quem sobe ao palco com o sotaque do Porto e do Brasil na sua música.

No sábado, 10 de Julho, é a vez dos D.A.M.A, que apresentam o seu mais recente espetáculo da digressão “Sozinhos à Chuva” e no dia seguinte a voz única de Elisa Rodrigues convida-nos para uma viagem entre o jazz e a pop. No fim-de-semana seguinte, no sábado, 17 de Julho, AGIR que recentemente editou o single “Prescrever” e está a compor um novo disco apresenta-se ao vivo. E no domingo, dia 18 de Julho, Irma apresenta a frescura do seu disco de estreia “Primavera”.

Carolina Deslandes, que no final de 2020 editou o EP e curta metragem Mulher, vai apresentar-se a 24 de Julho e Rita Redshoes, que edita um novo álbum de originais em Setembro, encerra o ciclo “Lusco Fusco” com chave de ouro a 25 de Julho.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!