concertos/músicaculturaentretenimentoportugal

MUMI 2021 reuniu mais de 120 profissionais

This post is also available in: English (Inglês)

Três dias, dezassete showcases, cinco mesas redondas e mais de uma centena de speedmeetings para um evento no que se inscreveram mais de 120 profissionais

A Eurocidade Tui-Valença congregou uma boa parte das empresas e profissionais de Portugal e da Galiza durante os três dias em que se desenvolveu o MUMI 2021. De 9 a 11 de setembro, o Encontro Profissional das Músicas no Minho reuniu mais de 120 profissionais inscritos que participaram em mesas redondas e reuniões nas que se abordaram as possibilidades de colaboração, a profissionalização artística e a internacionalização de projetos.

A organização do MUMI 2021 faz um balanço muito positivo desta primeira feira profissional luso-galaica que responde à necessidade de criar um espaço de encontro entre o sector de ambas as margens do Minho.

As pessoas inscritas participaram activamente nos speedmeetings que se desenvolveram na área profissional, encontros tão rápidos como intensos que põe em contacto a músicos com programadores e gestores, a profissionais de diferentes pontos geográficos ou a empresas com novos talentos. 

Este tipo de encontros conformam a identidade do MUMI 2021 cujo objetivo principal é estabelecer um novo cenário para este tipo de inter relações e intercâmbios. Os profissionais inscritos tiveram a oportunidade de assistir em mesas redondas que recolheram as incertezas do sector, muitas delas agravadas pelo contexto pandémico.

Os direitos dos artistas, a situação atual das salas de concertos fechados há um ano e meio e o seu papel fundamental na promoção artística, o associativismo como estratégia, o papel dos patrocínios culturais e a relação dos festivais com o território foram os temas das palestras que tiveram lugar na quinta 9 e na sexta 10 de setembro.

Entre as bandas que protagonizaram os showcases dirigidos exclusivamente a profissionais estiveram os portuguesas José Valente, Jorge da Rocha e emmy Curl, e os galegos Oîma, Pálida e Xacobe Martínez Antelo Quinteto.

Para além de toda a programação dirigida ao público profissional, a organização do MUMI 2021 teve claro desde um primeiro momento a necessária projeção pública do evento com a inclusão de actividades e concertos para a cidadania em geral. 

Familia Caamagno, Magín Blanco e A banda das apertas, O Sonoro Maxín, Pulpiño Viascón, Silvia Penide, Barry White Gone Wrong, Cassete Pirata, Conjunto!Evite, KÁUSTIKA, TAKATUM e The Guit Kune Do foram as bandas que se apresentaram em espaços como o Teatro Municipal e as ruas de Tui.

falecimentodo ex presidente português Jorge Sampaio e a declaração de luto oficial em Portugal, provocou que a actividade aberta prevista para Valença se mudasse para Tui no sábado 11 de setembro.

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!