bem beberlifestyleturismoviagens

Operadores turísticos norte-americanos rendidos ao compromisso da Caminhos Cruzados com a sustentabilidade

Produtor do Dão, que assume os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e ostenta o selo Biosphere Certified, acolheu uma comitiva da United States Tour Operators Association.

A Caminhos Cruzados, produtor vitivinícola do Dão, sediado em Nelas, abriu as portas recentemente para uma comitiva de 45 operadores turísticos norte-americanos, pertencentes à United States Tour Operators Association (USTOA), reputada associação do setor, sediada em Nova Iorque.

O Centro de Portugal acolheu o USTOA Out of Country Meeting 2024, entre 13 e 21 de abril, em parceria com o Turismo de Portugal. Entre os espaços designados para receber o evento, a Caminhos Cruzados convenceu os responsáveis pelo firme compromisso com a sustentabilidade, certificado pela renovação do selo Biosphere Certified.

caminhos cruzados adega
Caminhos Cruzados < Adega

“O compromisso com a sustentabilidade da Caminhos Cruzados foi fundamental para a nossa decisão. São valores que partilhamos”, explica Terry Dale, CEO da United States Tour Operators Association e responsável pela visita técnica ao local, meses antes do encontro.

O grupo formado por 45 operadores turísticos norte-americanos, com influência considerável nos mercados dos Estados Unidos e do Canadá, deslocou-se ao produtor beirão, localizado em Nelas, no coração do Dão, a 18 de abril.

À chegada, os visitantes foram desafiados para um Peddy Paper na Vinha, uma das experiências que o produtor coloca à disposição dos seus clientes, entre um welcome drink e visitas à área de produção e à sala de estágios.

O almoço foi repartido entre o exterior, onde brilhou a cozinha de fogo e a comida preparada em potes de ferro, e o interior, onde foram apresentados vários produtos regionais e preparadas diversas propostas culinárias que incluíam opções vegetarianas. “A visita à Caminhos Cruzados foi espetacular, adorámos todos os momentos. Esperamos regressar no futuro com turistas norte-americanos”, finaliza Terry Dale, o CEO da USTOA.

caminhos cruzados ustoa
Caminhos Cruzados

Para o produtor, que integra o Grupo Terras & Terroir, o desenvolvimento de elos de ligação com o mercado norte-americano é particularmente entusiasmante. “O público norte-americano é muito importante para esta região, é um mercado que não existe até ao momento em escala na região do Dão. Encaramos com entusiasmo essa possibilidade e congratulamo-nos por termos sido um dos espaços escolhidos pelos responsáveis da United States Tour Operators Association para o Out of Country Meeting”, frisa Luís Filipe, coordenador de enoturismo da Caminhos Cruzados.

O firme compromisso com a sustentabilidade, assumido desde o nascimento do produtor em 2012, continua a ser valorizado e ganhou dimensão com a construção de uma adega energeticamente sustentável, em 2017.

Entre vários projetos desenvolvidos ao longo dos últimos anos destacam-se a plantação de 105 árvores na propriedade, formando um bosque ibérico com 10 espécies diferentes da região, a utilização de ovelhas certificadas para controlar infestantes e promover uma cobertura regenerativa dos solos da vinha ou o recurso a morcegos para o controlo de pragas.

“A Quinta da Teixuga tem 31 hectares e apenas 14 são de vinha, por opção da empresa, enquanto o restante é de arvoredo. É esse o equilíbrio que defendemos. Ainda recentemente, aquando da visita da comitiva da USTOA, a comida que sobrou foi distribuída pela comunidade envolvente. Nada vai para o lixo, procuramos ao máximo evitar o desperdício alimentar, é esse o conceito de sustentabilidade”, conclui Luís Filipe.

caminhos cruzados ustoa2
Caminhos Cruzados

Os esforços desenvolvidos pela Caminhos Cruzados através dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, constantes na Agenda 2030, foram reconhecidos com a recente renovação do selo Biosphere Certified, garantido pela primeira vez em 2023.

Sobre a Caminhos Cruzados

A Caminhos Cruzados surge pela iniciativa da família Santos, natural de Nelas, determinada a regressar às suas origens para investir numa antiga paixão, o vinho do Dão. A filosofia da empresa baseia-se na produção de vinhos de qualidade, com uma vertente de tradição aliada ao modernismo e constante diferenciação que o mercado exige. É neste contexto que os vinhos da Caminhos Cruzados surgem como “O Novo Dão”. No final de 2020, a Caminhos Cruzados passou a integrar o Grupo Terras e Terroir, detido pelos empresários Paulo Pereira, Maria do Céu Gonçalves e Álvaro Lopes.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!