banner-spotlightcinemacinema | tv

Oppenheimer o grande vencedor dos Óscares

O filme Oppenheimer foi o grande vencedor da 96.ª edição de entrega dos prémios da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas, que se realizou esta madrugada, nomeado para 13 categorias, levou para casa sete estatuetas.

Oppenheimer levou para casa sete estatuetas, de um total de 13 nomeações, Pobres Criaturas, nomeado em 11 categorias, venceu 4 e Assassinos da Lua das Flores, de Martin Scorsese terminou a noite sem qualquer estatueta, a surpresa foi Zona de Interesse, com dois Óscares.

Da’vine Joy Randolph foi a primeira vencedora com Óscar de Melhor Atriz Secundária pela sua performance em Os Excluídos, seguiram-se Melhor Curta-Metragem de Animação (‘War Is Over! Inspired by the Music of John & Yoko’), Melhor Filme de Animação (‘O Rapaz e a Garça’), Melhor Argumento Original (‘Anatomia de uma Queda’) e Melhor Argumento Adaptado (‘American Fiction’).

Pobres Criaturas recebeu o Óscar de Melhor Caraterização, melhor Design de Produção e Melhor Guarda-Roupa, e o que parecia ser a noite do filme de Yorgos Lanthimos, acabou por só receber mais um Óscar, Melhor Atriz Principal para Emma Stone.

Em sentido contrario estava Oppenheimer que parecia vir a ser o grande derrotado mas, com o primeiro Óscar para Robert Downey Jr. para Melhor Ator Secundário, parece ter desbloqueado os prémios, Jennifer Lame conquistou o Óscar de Melhor Montagem, seguindo-se o Óscar de Melhor Fotografia e o Óscar de Melhor Banda Sonora, e no final da noite Oppenheimer voltou a ser consagrado com o Óscar de Melhor Ator Principal para Cillian Murphy, o de Melhor Realização para Christopher Nolan e finalmente Melhor Filme.

A Zona de Interesse surpreendeu todos ao receber o Óscar de Melhor Filme Internacional e Melhor Som.

Portugal esteve representado pelo realizador Joaquim dos Santos, nomeado para a Melhor Longa-Metragem de Animação com o filme Homem-Aranha: Através do Aranhaverso, na companhia de Kemp Powers e Justin K. Thompson, mas foi O Rapaz e a Garça, de Hayao Miyazaki o vencedor.

O Melhor Documentário foi para o jornalista Mstyslav Chernov com 20 Days in Mariupol sobre a invasão Russa á Ucrânia, já na secção ‘In Memoriam’, onde são homenageadas as personalidades que que nos deixaram no último ano, foram lembrados, Alexei Navalny, Tina Turner, Matthew Perry e Michael Gambon.

Vencedores dos Oscars < lista total:

Melhor Filme: ‘Oppenheimer’

Melhor Atriz Principal: Emma Stone pelo papel em ‘Pobres Criaturas’

Melhor Realizador: Christopher Nolan por ‘Oppenheimer’

Melhor Ator Principal: Cillian Murphy pelo papel em ‘Oppenheimer’

Melhor Canção Original: ‘What Was I Made For?’ de ‘Barbie’

Melhor Banda Sonora Original: ‘Oppenheimer’

Melhor Som: ‘A Zona de Interesse’

Melhor Curta-Metragem: ‘The Wonderful Story of Henry Sugar’

Melhor Fotografia: ‘Oppenheimer’

Melhor Documentário: ’20 Days in Mariupol’

Curta-Metragem Documental: ‘The Last Repair Shop’

Melhor Montagem: ‘Oppenheimer’

Melhores Efeitos Visuais: ‘Godzilla Minus One’

Melhor Ator Secundário: Robert Downey Jr. pelo papel em ‘Oppenheimer’

Melhor Filme Internacional: ‘A Zona de Interesse’

Melhor Guarda-Roupa: ‘Pobres Criaturas’

Design de Produção: ‘Pobres Criaturas’

Melhor Caraterização: ‘Pobres Criaturas’

Melhor Argumento Adaptado: ‘American Fiction’

Melhor Argumento Original: ‘Anatomia de uma Queda’

Melhor Filme de Animação: ‘O Rapaz e a Garça’

Melhor Curta-Metragem de Animação: ‘War Is Over! Inspired by the Music of John & Yoko’

Melhor Atriz Secundária: Da’vine Joy Randolph pelo papel em ‘Os Excluídos’

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!