concertos/músicacultura

Orquestra Jazz de Leiria adia concertos de celebração de uma década de existência para Setembro de 2022

This post is also available in: English (Inglês)

Com os convidados especiais Ana Bacalhau, António Zambujo, Aurea, Camané, David Fonseca, Luísa Sobral, Pedro Abrunhosa e Tomás Pimentel

Inicialmente agendados para 7 de Janeiro no Coliseu do Porto, com os convidados António Zambujo, Aurea, Camané e David Fonseca, e 22 de Janeiro no Coliseu dos Recreios em Lisboa, com Ana Bacalhau, David Fonseca, Luísa Sobral, Pedro Abrunhosa e Tomás Pimentel, os concertos de celebração de uma década de existência da Orquestra Jazz de Leiria são agora adiados para Setembro, em datas a anunciar em breve. O adiamento resulta de uma estratégia preventiva por parte da organização, uma vez que as datas iniciais coincidiam com o período temporal em que os organismos de saúde pública antevêem um pico de infecções e internamentos. Os bilhetes já adquiridos para ambos os espectáculos mantêm-se válidos para as novas datas em Setembro.

Todos os convidados presentes nos Coliseus fazem parte do leque de músicos que participaram nas gravações de “Dez”, o álbum que a Orquestra Jazz de Leiria editou a 3 de Dezembro, com o objectivo de celebrar os seus 10 anos de vida e deixar um legado para a história da música em Portugal.

Na totalidade, “Dez” conta com os convidados Ana Bacalhau, António Zambujo, Aurea, Camané, David Fonseca, que participa do single “It Ain’t Over”, Herman José, Jorge Palma, Luísa Sobral, Maria João, Miguel Araújo, Pedro Abrunhosa, Pedro Moreira, Tomás Pimentel e Vânia Fernandes. O repertório presente no álbum está assente em temas originais, música portuguesa e standards de jazz, com arranjos especificamente realizados por César Cardoso e Pedro Nobre.

A Orquestra Jazz de Leiria é um projecto da autoria do músico César Cardoso, que surgiu em Fevereiro de 2011 com o objectivo de criar uma formação de qualidade e reunir os músicos da região que se dedicassem à prática deste estilo de música. Ao longo da sua existência a orquestra produziu e realizou dezenas de concertos, muitos deles com convidados especiais, das mais variadas áreas da música portuguesa. Estes concertos foram sempre específica e individualmente preparados para cada um dos artistas convidados, que viram a sua música “reescrita“, adaptada e arranjada ao contexto de “Big Band“.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!