banner-spotlightcoisas para fazerconcertos/músicacultura

Plutónio no festival Santa Casa ao Vivo

This post is also available in: English (Inglês)

Plutónio com o concerto no festival Santa Casa ao Vivo “20 20 Cultura para todos”, no Campo Pequeno

No passado domingo, dia 8 de Novembro, o rapper Plutónio deu um concerto enérgico no Campo Pequeno, em Lisboa, no festival Santa Casa ao Vivo “20 20 Cultura para todos”.

Plutonio é um rapper oriundo do Bairro da Cruz Vermelha, em Cascais, que representa o “verdadeiro gangsta rap” e o R&B em Portugal. A sua versatilidade faz com que seja considerado um dos maiores talentos portugueses da atualidade. Em 2013 lançou seu primeiro álbum “Histórias da Minha Life” e em 2015 ingressou no Bridgetown e lançou o álbum “Preto e Vermelho”.

Depois do sucesso dos singles “Não Vales Nada”, “3AM” e da participação em “Rain” com Mishlawi e Richie Campbell e “Nunca Pares” com Slow J e Papillon, Plutónio lançou, com DJ Dadda, o hit gigante “Cafeína”, que já ultrapassou 18 milhões de visualizações e alcançou o prêmio de tripla platina. No final de 2019 foi lançado o terceiro álbum “Sacrifice: Blood, Tears & Sweat” com músicas como “Meu Deus”, “1 de Abril”, “Lucy Lucy” e “Vergonha na Cara”, que todos sabemos de cor .

Num concerto cheio de energia, boas vibes e um cenário que representou o Bairro da Cruz Vermelha, onde Plutónio cresceu, pudemos ouvir temas como “3AM”, “Meu Deus”, “Não Vales Nada”, “Última Vez”, “Damas e Dilemas”, “Vergonha na Cara”, “Somos Iguais” e “Cafeína”.

Obrigado a todos por virem hoje. É importante que a cultura avance, é importante que músicos e técnicos trabalhem, é importante sair de casa e, aos poucos, voltar à vida normal, dentro das medidas de segurança, e é isso que estamos a fazer aqui hoje, é isto que este conceito representa”, agradeceu o artista.

A Santa Casa Portugal ao Vivo, apresenta “20 20 Cultura para todos”, uma iniciativa que visa assumir e incentivar a cultura em Portugal. Everything is NewPEV ENTERTAINMENT estão a produzir simultaneamente 20 espectáculos em Lisboa, no Campo Pequeno, e 20 espectáculos no Porto, no Pavilhão Rosa Mota da Super Bock Arena. Um total de 40 espectáculos, começando em 31 de outubro e terminando em 19 de dezembro.

De forma a garantir a segurança de todos, cada espectáculo é concebido com base no estrito cumprimento das normas impostas pela Direcção Geral de Saúde (DGS). É obrigatório o uso de máscaras, num espaço definido para o efeito, onde serão identificados todos os lugares, cumprindo a distância obrigatória entre espectadores que não façam parte do mesmo grupo. Por fim, para evitar qualquer tipo de congestionamento entre as pessoas, todas as entradas e saídas terão circuitos próprios com sinalização adequada.

 

 

 

Acompanha as nossas redes sociais: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

 

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!