a news selecçãoempresasportugaltec

Projeto para criar armazém do futuro reúne 50 investigadores e 2,1 milhões de euros

Cerca de meia centena de investigadores integram um projeto de investigação que pretende criar as bases para um armazém do futuro.

O projeto vai ter uma duração de 28 meses e é apoiado por um investimento de 2,1 milhões de euros, com financiamento do Compete. Já daqui a 12 meses, a Universidade de Coimbra, que divulgou a iniciativa, acolhe um piloto. Em ambiente de fábrica, as soluções que os investigadores começam a ser testadas daqui a 18 meses.

Nos próximos meses vão ser desenvolvidos sistemas inteligentes, para um armazém do futuro, que permitam automatizar e gerir em tempo real processos de estabilização, picking e movimentação de materiais e componentes, apoiados na sensorização de pessoas, equipamentos e inventários, robótica e tecnologias como a visão artificial ou o 5G.

Os progressos vão ser aplicados a casos de uso específicos, numa lógica de living lab em contexto industrial, em locais como a fábrica de Mangualde do grupo PSA.

A Universidade de Coimbra, que divulgou o projeto, colabora com 10 investigadores de vários centros de investigação. O projeto realiza-se ao abrigo da Iniciativa Clube de Fornecedores da PSA, é financiada pelo COMPETE e liderada pela RARI (Construções Metálicas, Engenharia, Projetos e Soluções Industriais). O consórcio também integra a Universidade de Coimbra, a Universidade do Porto e as empresas Globaltronic, 4iTec Lusitânia SA, NOS Comunicações e NOS Technology.

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!