concerts/musiccultureexhibitions

Quinta da Fidalga, no Seixal, recebe o projeto «Do Princípio do Mundo»

de Fernando Mota, a partir de 26 de setembro

Consiste numa ação que contempla a criação e a edição de objetos artísticos de várias naturezas e linguagens, aprofundando a pesquisa iniciada pelo artista, em 2020 (em plena pandemia), com o filme «7 Poemas para Ûm Mundo Novo», apresentado no Moinho de Maré de Corroios e premiado posteriormente com o Prémio Melhor Direção de Fotografia em Filme de Arte e Ensaio.

O presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, refere que «a aposta que fazemos na cultura no nosso concelho é muito diversificada, com projetos muito distintos, o que permite que tenhamos espaço para todos os públicos».

Fernando Mota é conhecido por desenvolver e criar instrumentos musicais e objetos sonoros a partir de árvores, rochas e outros elementos da natureza, sendo que «Do Princípio do Mundo» vem dar continuidade a este processo de construção de peças artísticas, em que cada peça musical será criada exclusivamente a partir de sons, de elementos naturais e de instrumentos criados e captados em cada espaço. Fernando Mota propõe-se, desta forma, a encontrar a vibração, o som e a música de cada local, sendo que o resultado será uma criação e interpretação musical e sonora do espírito do lugar e não a sua mera representação.

Este projeto inspira-se nos cinco elementos naturais da cultura chinesa (madeira, fogo, terra, metal e água) e nos cinco elementos da cultura ayurvédica indiana (espaço, ar, fogo, água e terra). É a partir destes princípios que surge a proposta de realização deste projeto na Quinta da Fidalga, inspirado no elemento água por ser historicamente um elemento estruturante da organização do Jardim da Fidalga, quer pela presença do seu antigo sistema de irrigação, quer pelos tanques e fontes existentes, quer ainda pelo seu lago de maré e pela proximidade com o rio Judeu.

Este projeto integra, assim, uma residência artística naquele espaço, de vertente multidisciplinar e musical com Fernando Mota e de fotografia com Sofia Silva, assim como uma instalação audiovisual / exposição (resultante desta residência artística) que ficará patente na Oficina de Artes Manuel Cargaleiro (com inauguração prevista para 4 de fevereiro de 2023). Estão ainda programados a realização de um concerto durante a inauguração desta exposição e de um passeio sonoro no dia 4 de fevereiro de 2023, que irá consistir numa caminhada focada em ouvir o meio ambiente e orientada para a fruição dos sons independentemente da sua origem ou significado. Esta atividade, bem como todo o projeto, serão direcionados sobretudo para desenvolver e afinar a nossa capacidade de escuta do mundo e dos outros.

It consists of an action that contemplates the creation and editing of artistic objects of various natures and languages, deepening the research started by the artist, in 2020 (in the middle of a pandemic), with the film «7 Poemas para Ûm Mundo Novo», presented at Moinho de Maré de Corroios and later awarded the Best Cinematography Award in Art and Essay Film.

The mayor of Seixal, Joaquim Santos, says that «the bet we make in culture in our county is very diverse, with very different projects, which allows us to have space for all audiences».

Fernando Mota is known for developing and creating musical instruments and sound objects from trees, rocks, and other elements of nature, and «From the Beginning of the World» continues this process of building artistic pieces, in which each piece of music will be created exclusively from sounds, natural elements, and instruments created and captured in each space. Fernando Mota proposes, in this way, to find the vibration, sound, and music of each place, and the result will be a musical and sound creation and interpretation of the spirit of the place and not its mere representation.

This project is inspired by the five natural elements of Chinese culture (wood, fire, earth, metal, and water) and the five elements of Indian Ayurvedic culture (space, air, fire, water, and earth). It is from these principles that the proposal to carry out this project at Quinta da Fidalga arises, inspired by the water element for being historically a structuring element of the organization of Jardim da Fidalga, either by the presence of its old irrigation system or by the tanks and fountains. existing, as well as for its tidal lake and proximity to the Judeu River.

This project thus includes an artistic residency in that space, with a multidisciplinary and musical aspect with Fernando Mota and photography with Sofia Silva, as well as an audiovisual installation/exhibition (resulting from this artistic residency) that will be displayed at the Manuel Cargaleiro Arts Workshop ( scheduled to open on February 4, 2023). There are also plans to hold a concert during the opening of this exhibition and a sound tour on February 4, 2023, which will consist of a walk focused on listening to the environment and oriented towards the enjoyment of sounds regardless of their origin or meaning. . This activity, as well as the entire project, will be aimed above all at developing and fine-tuning our ability to listen to the world and others.

Always confirm with the concert hall or promoter the conditions of access, confirmation of the date or time, tickets place of sale, price, and availability.

Follow us on Facebook, Twitter, Instagram, Youtube, and TikTok and see the exclusive content for social networks.

Show More

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Back to top button
error: Content is protected !!