concertos/músicaculturaexposições

Quinta da Fidalga, no Seixal, recebe o projeto «Do Princípio do Mundo»

de Fernando Mota, a partir de 26 de setembro

Consiste numa ação que contempla a criação e a edição de objetos artísticos de várias naturezas e linguagens, aprofundando a pesquisa iniciada pelo artista, em 2020 (em plena pandemia), com o filme «7 Poemas para um Mundo Novo», apresentado no Moinho de Maré de Corroios e premiado posteriormente com o Prémio Melhor Direção de Fotografia em Filme de Arte e Ensaio.

O presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, refere que «a aposta que fazemos na cultura no nosso concelho é muito diversificada, com projetos muito distintos, o que permite que tenhamos espaço para todos os públicos».

Fernando Mota é conhecido por desenvolver e criar instrumentos musicais e objetos sonoros a partir de árvores, rochas e outros elementos da natureza, sendo que «Do Princípio do Mundo» vem dar continuidade a este processo de construção de peças artísticas, em que cada peça musical será criada exclusivamente a partir de sons, de elementos naturais e de instrumentos criados e captados em cada espaço. Fernando Mota propõe-se, desta forma, a encontrar a vibração, o som e a música de cada local, sendo que o resultado será uma criação e interpretação musical e sonora do espírito do lugar e não a sua mera representação.

Este projeto inspira-se nos cinco elementos naturais da cultura chinesa (madeira, fogo, terra, metal e água) e nos cinco elementos da cultura ayurvédica indiana (espaço, ar, fogo, água e terra). É a partir destes princípios que surge a proposta de realização deste projeto na Quinta da Fidalga, inspirado no elemento água por ser historicamente um elemento estruturante da organização do Jardim da Fidalga, quer pela presença do seu antigo sistema de irrigação, quer pelos tanques e fontes existentes, quer ainda pelo seu lago de maré e pela proximidade com o rio Judeu.

Este projeto integra, assim, uma residência artística naquele espaço, de vertente multidisciplinar e musical com Fernando Mota e de fotografia com Sofia Silva, assim como uma instalação audiovisual / exposição (resultante desta residência artística) que ficará patente na Oficina de Artes Manuel Cargaleiro (com inauguração prevista para 4 de fevereiro de 2023). Estão ainda programados a realização de um concerto durante a inauguração desta exposição e de um passeio sonoro no dia 4 de fevereiro de 2023, que irá consistir numa caminhada focada em ouvir o meio ambiente e orientada para a fruição dos sons independentemente da sua origem ou significado. Esta atividade, bem como todo o projeto, serão direcionados sobretudo para desenvolver e afinar a nossa capacidade de escuta do mundo e dos outros.

Confirme sempre junto da sala de espetáculos ou promotor as condições de acesso, confirmação da data ou horário, local de venda dos bilhetes, preço e disponibilidade.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!