culturaeventosmúsica

Salvador Sobral apresenta “all llegar” com Jorge Drexler

“al llegar”, o dueto que junta Salvador Sobral e Jorge Drexler é o primeiro avanço de TIMBRE o novo registo de estúdio de Salvador Sobral que chega às lojas a 29 de Setembro e já está disponível em pré-venda em várias lojas.

 

Sobre o novo single Salvador Sobral conta-nos o processo:

“Todos los propósitos cambian de forma al llegar”

“Foi tendo este ditado como ponto de partida que surgiu esta canção, construída quase em forma de esqueleto esquisito com o meu companheiro de sempre Leo Aldrey. Eu enviava-lhe uma frase e ele respondia com outra, como num diálogo. Foi um processo de construção muito semelhante ao que se passa numa conversa entre duas pessoas. Talvez por isso mesmo, tenha sido claro desde o início que teria de ganhar forma num dueto. Quando compusemos a música, era claríssimo que, ainda que de forma involuntária, ia beber muito ao universo musical do Drexler. Há muito tempo que o Drexler me dizia que gostava que gravássemos juntos, mas foi um parto difícil. Enviei-lhe a canção quando estava pronta, ele adorou e quis logo avançar, mas até acertarmos agendas ainda demorou uns largos meses. Ele sempre me disse: continua a chatear-me, porque quero muito fazer isto, havemos de encontrar um dia. E assim foi, de um momento para o outro escreveu-me a dizer que vinha para Madrid e tinha uma janela de tempo para ir para estúdio, eu apanhei um avião e daí a pouco tempo estávamos a gravar a “al llegar”. Com o videoclipe aconteceu mais ou menos a mesma coisa: a única altura em que o Jorge podia gravar, era num espaço de duas horas antes do concerto dele em Lisboa. Falei logo com a Casota – perfeita para este tipo de missões impossíveis – e eles tiveram esta ideia de fazer uma espécie de quadro vivo, que acabou por funcionar muito bem. A letra assenta muito na ideia de que todos os nossos propósitos ou intenções, mudam assim que lá chegamos. Essa vontade de ir sempre atrás de mais qualquer coisa, de que há sempre um sonho novo a surgir, sempre que um outro se cumpre. Como este que cumpro agora ao editar esta canção. Sinto-me muito grato por ter tipo a oportunidade de gravar com um dos artistas que mais admiro. E de poder ir jantar e conversar com ele depois!”Salvador Sobral

TIMBRE marca o aguardado regresso de Salvador Sobral às edições discográficas. O quarto álbum de estúdio do músico português é composto por 11 originais, 10 criados em parceria com Leo Aldrey que assina também a produção do disco.

“O nome TIMBRE surgiu por duas razões principais. A primeira, talvez mais óbvia é porque antes de tudo nesta vida eu sou cantor, um intérprete e aquilo que mais me define e distingue é a minha voz, o meu timbre. A segunda razão é o facto de me interessar o conceito de timbre enquanto cor, a cor da voz, a cor dos instrumentos. O disco será como uma palete colorida de timbres que disparam claridade.

Ah! E há uma terceira motivação para o nome do disco. É que timbre é igual em muitas línguas latinas e germânicas. Escreve-se igual e significa o mesmo. Parece que o conceito de TIMBRE é universal e põe-nos a todos de acordo.”

Afirma Salvador Sobral.

O álbum será apresentado ao vivo em Lisboa, CCB, no dia 27 Outubro e no Porto, Casa da Música, no dia 15 Novembro e os bilhetes já estão à venda. Já confirmadas estão também passagens por Santa Maria da Feira, São João da Madeira e Alemanha. Até Setembro, Salvador Sobral continua na estrada com a digressão do último álbum, “bpm”.

Confirme sempre junto da sala de espetáculos ou promotor as condições de acesso, confirmação da data ou horário, local de venda dos bilhetes, preço e disponibilidade.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!