banner-spotlightconcertos/músicacultura

Sérgio Godinho celebra o seu 75º aniversário no teatro Maria Matos

Sérgio Godinho, ícone da música e cultura portuguesa, comemora 75 anos com 4 datas no Teatro Maria Matos

Sérgio Godinho deu início a uma série de concertos no Teatro Maria Matos, em Lisboa, para celebrar os seus 75 anos. Inicialmente, apenas um concerto estava marcado, para dia 31 de agosto, mas a a grande procura pelos bilhetes resultou na adição de mais três datas: nos dias 1, 15 e 21 de setembro.

Sérgio Godinho nasceu no Porto, em 1945, e é considerado um dos renovadores da música portuguesa nos últimos 50 anos. Estudou psicologia em Genebra durante dois anos, é ator de teatro, e começou a escrever canções no final dos anos 1960, com o seu primeiro disco, “Os Sobreviventes”, de 1971, seguido de outros 30 editados, sendo o último “Nação Valente ”, de 2018.

Nação Valente” trouxe-nos de volta o conforto e a inquietação que Sérgio Godinho nos proporcionou ao longo da sua carreira. Mas ainda assim nos transporta para territórios poéticos e musicais de uma forma inédita na obra do cantor.

Sérgio Godinho at Maria Matos ©Luis M Serrao – portugalinews

Apesar de ser conhecido principalmente pela música, Sérgio Godinho canalizou a escrita criativa para outros gêneros, como teatro, ficção infantil, poesia e contos, em títulos como “O Pequeno Livro dos Medos”, “O Sangue por Um Fio”e “Vida Dupla”.

O concerto de 31 de agosto de comemoração dos 75 anos no Teatro Maria Matos, em Lisboa, marcou, após meses de ausência, o regresso de Sérgio aos palcos, local onde realmente se sente em casa.

O concerto arrancou às 21h00 ao som de “À Vezes O Amor” e acompanhando Sérgio Godinho estiveram em palco Nuno Rafael nas guitarras, percussão, coros e responsável pela direcção musical, Miguel Fevereiro nas guitarras, percussão e coros, João Cardoso no teclado e coro, Nuno Espírito Santo no contrabaixo elétrico e percussão e Sérgio Nascimento na bateria e percussão.

O concerto foi recheado de canções novas e antigas que refletem uma longa trajetória artística, ouvimos “O Novo Normal”, canção que Sérgio compôs durante a quarentena sobre esta nova normalidade à que todos nos tivemos que adaptar, “Cuidado com as Imitações” de o disco “Campolide” de 1979, “Benvindo Sr. Presidente” do disco “Lupa” de 2000, “Mariana Pais, 21 Anos” do disco “Nação Valente” de 2018 que dedicou a José Mário Branco, um grande artista e amigo do Sérgio falecido em novembro do ano passado.

Sérgio dedicou “Dancemos no Mundo” a todos os refugiados do campo de Moria que incendiou na Grécia, onde muitas pessoas e famílias continuam sem abrigo.

Sérgio Godinho at Maria Matos ©Luis M Serrao – portugalinews

Ouvimos também “Tipo Contrafação” e “Grão Da same Mó” do seu último álbum, “Espectáculo” de 1979, originalmente cantado com a banda Clã, “Coro das Velhas” do álbum “Salão de Festas” de 1984, “O Fugitivo” do álbum “Na Vida Real” de 1986, “Liberdade” do álbum “À Queima-Roupas” de 1974 e “Balada da Rita” do álbum “Pano-cru” de 1978.

Com a casa cheia, o Teatro Maria Matos não deixou Sérgio Godinho sair facilmente e, após aplausos de pé do público, o artista voltou para o encore com sua versão de “Tudo No Amor”, música que escreveu para a banda Clã, “Lisboa Que Amanhece” do álbum de 1986 e “Com Um Brilhozinho Nos Olhos” do álbum de 1981 “Canto da Boca”.

Sérgio Godinho vai dar mais um concerto, já esgotado, no Teatro Maria Matos no dia 21 de setembro, a não perder!

“Setenta e cinco anos, bonita data para se festejar, sobretudo se a saúde se tem mantido geralmente por perto.
Queria uma grande festa este ano, até que um bicho se intrometeu e nos virou as máscaras. A máscara é agora de verdade.
E então, que fazer? É aqui que entra a música como grande cuidadora, ela que esteve mesmo presente quando escrevi ficção narrativa.
E é aqui que entra o Maria Matos, onde estive às Nove e meia, em cinco dias felizes.
Aos meus 75 anos volto, desta vez às 21. Com os meus amigos Assessores, a desafiar o medo e o silêncio. E os amigos em frente, respondendo à vez.
Faço anos, no ano do novo normal, e então?
Embora fazer um som, haja música!”

Sérgio Godinho

 

Acompanha as nossas redes sociais: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

 

 

Sérgio Godinho at Maria Matos ©Luis M Serrao - portugalinews (4)
Sérgio Godinho at Maria Matos ©Luis M Serrao - portugalinews
« of 11 »

Acompanha as nossas redes sociais: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube.

 

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!