ciência

Sintra vai ter Museu da Água e Resíduos

This post is also available in: English (Inglês)

Sintra terá em 2022 um novo espaço museológico, o Museu da Água e Resíduos (MAR), nas instalações da Oficina da Ciência, na Ribeira de Sintra e será um polo de referência nas áreas da educação e sensibilização ambiental, bem como de divulgação científica e tecnológica no âmbito do ciclo urbano da água e dos resíduos.

A apresentação do novo museu teve lugar na Conferência “SMAS de Sintra-75 anos ao serviço de Sintra/No Caminho da Ciência” que decorreu esta quarta-feira, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, do diretor dos SMAS de Sintra, Carlos Vieira e da cientista Elvira Fortunato, que assinalou o Dia Mundial da Ciência para a Paz e o Desenvolvimento.

O MAR terá uma programação diversificada, com o intuito de captar novos públicos, mas centrado na comunidade educativa. Para além da integração na Rede Portuguesa de Museus, o MAR será dotado de um serviço educativo, para fomentar a interligação com os estabelecimentos de ensino, e constituirá, ainda, um excelente meio de dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos SMAS.

Em 2022, as instalações da Ribeira de Sintra vão assumir renovado protagonismo, na vertente da educação e sensibilização ambiental, com a entrada em funcionamento do Museu da Água e Resíduos. Este equipamento manterá aquelas instalações como um importante polo de divulgação científica e tecnológica, mas a nossa aposta é que desenvolva uma atuação cada vez mais pedagógica, didática e interveniente, em relação ao ciclo urbano da água e dos resíduos, destinada ao público em geral e, em particular, à comunidade educativa”, salienta o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, que preside igualmente ao Conselho de Administração dos SMAS.

Para reforçar a dinâmica do seu funcionamento, o Município de Sintra decidiu atribuir a gestão da Oficina da Ciência aos SMAS, dada a sua missão de serviço público na área ambiental, nas vertentes do abastecimento da água, drenagem e tratamento de águas residuais e recolha e transporte de resíduos urbanos, sem descurar a educação e sensibilização ambiental.

Assim, os SMAS vão realizar ações de educação e sensibilização da comunidade para a adoção de valores e hábitos relacionados com a preservação do património ambiental, sobretudo no que se refere ao ciclo da água, promovendo e organizando cursos, estágios, seminários, encontros, exposições e formações.

Ainda antes da criação do MAR, o espaço SMAS na Ribeira de Sintra vai desenvolver um conjunto de iniciativas no âmbito da sua atuação. Durante os fins de semana de novembro promovem a atividade “Flutuação”, em que serão explorados vários conceitos associados à densidade e à flutuação dos corpos em água doce e água salgada, através da realização de um conjunto de experiências científicas.

A primeira grande iniciativa do espaço está agendada para o próximo dia 27 de novembro: a inauguração das exposições “Monstros Marinhos” e “Mar de Plástico”, numa parceria com o CIIMAR-Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto, que estarão patentes até 27 de março de 2022. As duas exposições pretendem alertar para o problema do lixo marinho e a necessidade da adoção de comportamentos ambientalmente sustentáveis por parte da população.

O espaço funciona de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, encerrando às segundas-feiras e feriados.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!