a news selecçãoconcertos/músicacultura

Super Bock em Stock!

Novas confirmações: LAVA LA RUE,  TOMÁS WALLENSTEIN e  PRIYA RAGU

This post is also available in: English (Inglês)

No próximo mês de novembro, a música volta a encher a Avenida da Liberdade, em Lisboa, com o regresso do Super Bock em Stock!

Novas confirmações:
LAVA LA RUE 
TOMÁS WALLENSTEIN 
PRIYA RAGU

Bilhete único, válido para os 2 dias do Festival, à venda nos locais habituais, ao preço especial de 40€ até ao dia 15 de outubro.

19 e 20 de Novembro
Avenida da Liberdade, Lisboa

A estação mais fria do ano já se aproxima, mas há pelo menos um motivo para aquecer o coração de milhares de melómanos, depois de ano e meio que transformou a vida de todos: o muito aguardado regresso do Festival mais bonito da cidade que, de acordo com as mais recentes decisões do Governo e da Direção-Geral da Saúde, voltará como sempre foi, com público a encher a Avenida de movimento circulando entre as diferentes salas, ora sentado atento, ora em pé dançando, em salas que proporcionam diferentes formas de descoberta de nova música ao vivo, nacional e internacional. Nos dias 19 e 20 de novembro, o Super Bock em Stock está de volta, como sempre o conhecemos, para encher a Avenida da Liberdade de Música!

Os três próximos nomes convidam, cada um à sua maneira, à proximidade e ao reencontro que prometem marcar a edição deste ano do Festival. Lava La Rue, Tomás Wallenstein e Priya Ragu são as mais recentes confirmações para um cartaz cada vez mais imperdível.

Lava La Rue nasceu, cresceu e ainda se mantém em Ladbroke Grove, na região oeste de Londres, um lugar que é mais do que uma casa para a artista de 22 anos, é mesmo uma fonte de inspiração e um suporte para a sua música, para a sua carreira e para a pessoa que é hoje, como cantou no seu single de estreia, “Widdit”, editado em 2018: “City was a mother to me”. Além do espírito da cidade em que vive, Lava La Rue também tem múltiplas influências musicais: punk, britpop, hip hop, jazz, trap e até uma eletrónica mais pesada que tanto ouviu na juventude, tudo serviu para a sua formação artística. No entanto, para Lava La Rue, a beleza está precisamente na indefinição das fronteiras entre os géneros que convoca para a sua música. Lava La Rue nunca teve limites e temas proibidos na escrita das suas canções, tratando dos aspetos mais duros da sua educação e das enormes desigualdades sociais que sempre percebeu ao seu redor. O seu EP mais recente, “Butterfly”, gravado em L.A. e em Londres, contou com a produção de Isom Innis, Dan Holloway e Courage e é talvez o mais íntimo dos seus registos até ao momento. “GOYD (Girl Of Your Dreams)” é um desses temas mais novos que se vai poder ouvir em Lisboa, no próximo mês de novembro, no regresso do Super Bock em Stock.

Filho de uma cantora lírica e de um contrabaixista, Tomás Wallenstein revelou também o seu talento na música. Compositor e letrista dos Capitão Fausto, uma das bandas mais relevantes do atual panorama musical português, desde muito cedo que Tomás revelou uma curiosidade para com os mais variados instrumentos, tocando piano, violino, baixo, guitarra e até mesmo bateria. Apesar de ter estudado Arquitetura, cedo percebeu que a sua verdadeira vocação estaria em cima dos palcos. Além da sua carreira com os Capitão Fausto e das inúmeras colaborações, destaca-se também por ser um dos criadores da Cuca Monga, uma editora responsável pelo lançamento de artistas como GANSO, Luis Severo, Zarco, Reis da República ou Rapaz Ego. Depois de se estrear numa data única no Lux, em setembro do ano passado, o músico e compositor apresenta agora um concerto a solo, ao piano. Num espírito exploratório ou até quase académico, o repertório sugerido é uma compilação de versões de outros autores, compositores ou poetas, que naquele instante se reunirão em cada sala. Ao poder fazer das suas vozes a sua própria, a intenção é aprender com o gesto, mas também insistir na partilha das ideias e das canções que, depois de nascerem de um só criador, passam a pertencer a toda a gente. E também vão pertencer um pouco ao público presente no próximo Super Bock em Stock.

Alguém com as qualidades e as particularidades de Priya Ragu não aparece todos os dias. A sua experiência de vida é traduzida numa música genuína e distinta, numa visão criativa realmente global. Ela pode ser descrita como alguém que faz R&B, mas este é um R&B como nunca se tinha ouvido antes: é vagamente familiar ao mesmo tempo que parece irreconhecível e incomparável com qualquer outro. As suas raízes no Sri Lanka influenciam o som que agora apresenta ao mundo, trazendo para as suas canções ecos das danças que brotam nas ruas sul-asiáticas ou dos mantras e cânticos religiosos da mesma cultura. Depois de vários singles de sucesso, como “Good Love 2.0”, “Chicken Lemon Rice” e “Forgot About”, chegou o momento de editar a sua mixtape de estreia. “damnshestamil” mostra uma artista cada vez mais dona da sua própria linguagem. E o desejo de fazer diferente nunca perturba a vocação pop de Priya Ragu, capaz de canções como “Lockdown”, um hino ao encontro, à proximidade, ao contacto que tanto se deseja depois de vários meses de afastamento – ou seja, um tema ideal para se fazer ouvir em novembro, no regresso do Super Bock em Stock.

Already confirmed

  • Acácia Maior
  • Benny Sings
  • Black Country, New Road
  • David & Miguel
  • Django Django
  • Filipe Karlsson
  • Iceage
  • Leo Middea
  • Miraa May
  • Moullinex b2b Anna Prior
  • Narciso
  • Nena
  • NiNE8 COLLECTIVE
  • Spots Team
  • Stckman w/ Kyle Quest
  • Wet Leg
  • Priya Ragu
  • Tomás Wallenstein
  • Lava La Rue

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!