a concerto selecta news selecçãocinemaconcertos/músicaculturaentretenimentoexposições

Vila do Conde recebe a 17ª edição de Circular – Festival de Artes Performativas

This post is also available in: English (Inglês)

De 18 a 25 de setembro está de volta o Circular – Festival de Artes Performativas para a sua 17ª edição. Promovido pela Circular – Associação Cultural e conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila do Conde, o Festival vai apresentar um programa pluridisciplinar e experimental que cruza a dança, a música, o teatro, a performance e o pensamento, onde reside uma ampla diversidade temática suscitada por cada uma das propostas autorais.

O festival arranca com a inauguração da exposição “Membrana” de João Pais Filipe e Mónica Baptista, uma coprodução com a Solar – Galeria de Arte Cinemática/Curtas Metragens de Vila do Conde. “Membrana” apresenta um conjunto de esculturas sonoras, fotografias e vídeos, resultantes de uma residência dos artistas no Uganda.

Também na abertura do festival é apresentado o espetáculo de dança “Calçada”, no Teatro Municipal, do coreógrafo brasileiro Volmir Cordeiro. Segue-se um concerto de CZN, projeto dos músicos percussionistas Valentina Magaletti, João Pais Filipe e do produtor Leon Marks, que nos traz o seu mais recente álbum “Commutator” preenchido por ritmos hipnóticos e cadências repetitivas de construção enérgica e progressiva.

No segundo fim-de-semana do festival é lançado o disco “Peixinho Patriarca Percussão” do Drumming Grupo de Percussão dedicado a repertório dos compositores Jorge Peixinho e Eduardo Luís Patriarca, numa coedição Drumming GP e Circular Festival.

O ciclo “Questões Práticas” (Programa Educativo da Circular) cruza-se no festival com a conferência “Ensaio de decifração de um enigma: A poesia dramática é a causa finalis da vida humana e do mundo (Goethe)” pela filósofa Maria Filomena Molder. Também nesta edição tem lugar o lançamento do Jornal “Coreia” #5, com direção do coreógrafo João dos Santos Martins, publicação que se dedica a produzir pensamento em torno das artes performativas. O lançamento incluirá a performance “Ehera Noara” de Hwayeon Nam que ativa o arquivo de uma das precursoras da dança moderna coreana, Choi Seung Hee.

A finalizar o festival, o coletivo Los Detectives apresenta “Pienso casa, digo silla”, uma peça teatral que se centra nas experiências de mulheres visionárias da Idade Média.

Consulte a programação completa aqui.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!