culturaexposições

Centro de Fotografia Georges Dussaud apresenta “Do que a Terra Dá”

O Centro de Fotografia Georges Dussaud, em Bragança, apresenta até 17 de abril de 2022 a exposição “Do que a Terra Dá”.

Trata-se de uma mostra que reúne, a partir da coleção do Centro de Fotografia Georges Dussaud, uma centena de imagens captadas entre 1980 e 2016, destacando o quotidiano de muitas aldeias transmontanas.

Com o trabalho da terra como tema comum, as imagens de Georges Dussaud, captadas em tempos, contextos e geografias distintas, retratam homens que lavram a terra, mulheres que ceifam o trigo, famílias inteiras, de corpos curvados, que apanham castanhas ou batatas, pastores e rebanhos que palmilham montes e vales em busca daquilo que a terra oferece, hortas fartas e olivais, juntas de bois e tratores e também as refeições improvisadas nos intervalos curtos que cada dura jornada consente.

Entre o documental e a poesia, as imagens expostas refletem as jornadas e deambulações realizadas por Georges Dussaud ao longo dos últimos quarenta anos, sobretudo em Trás-os-Montes, mas também no Douro, no Minho ou no Alentejo.

Com entrada gratuita, a exposição está patente até 17 de abril de 2022 e pode ser visitada a partir das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, de terça-feira a domingo no Centro de Fotografia Georges Dussaud, localizado no Edifício Paulo Quintela – 1.º andar, Rua Abílio Beça n.º 75/77, em Bragança.

A exposição “Do que a Terra Dá” é uma produção do Município de Bragança e do Centro de Fotografia Georges Dussaud, com curadoria de Jorge da Costa.

Follow us on social media: Instagram; Facebook; Twitter; Youtube

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!