culturaturismo

Cockburn’s abre as portas da Quinta dos Canais a artistas emergentes

Candidaturas ao projeto “Mosto” já estão abertas

Gavin Renshaw, vencedor da Street Art Competition 2023, foi o convidado da residência artística que marcou o arranque da iniciativa.

Das ruas e museus para a paisagem duriense. A Cockburn’s – reconhecida casa de vinho do Porto da Symington Family Estates – acaba de lançar uma iniciativa que vai transportar a arte até às paredes da Quinta dos Canais, a “casa” da marca na região do Douro.Mosto” – expressão que designa o sumo de uvas frescas destinado à fermentação alcoólica – foi o nome escolhido para o projeto, que pretende ser um espaço de “fermentação de ideias” para artistas profissionais e emergentes, proporcionando uma plataforma de criação e partilha do seu trabalho.

gavin renshaw residência (2) créditos reservados
Cockburn’s, da Quinta dos Canais < “Mosto”

O desafio da Cockburn’s está, pois, lançado: uma residência artística de duas semanas em contacto com a natureza singular do Douro, longe de convenções e promovendo a total liberdade dos artistas. Cada residência terá, como produto final, uma obra inspirada no ambiente envolvente da Quinta e no espírito próprio da marca, que pretende, a longo prazo, desenvolver uma exposição com as diferentes criações.

A primeira residência na Quinta dos Canais decorreu entre 6 e 12 de maio, no seguimento de um convite realizado a Gavin Renshaw (Tea One). O artista inglês foi o vencedor da mais recente edição da Street Art Competition, em setembro do ano passado, tendo conquistado o júri com um mural que destacava os barcos rabelos e a paisagem do rio Douro. Ao longo dos próximos meses, a Cockburn’s dará a outros artistas a oportunidade de se juntarem ao projeto “Mosto”. As candidaturas para as próximas residências artísticas já estão abertas e deverão ser submetidas por e-mail, através do endereço mosto@cockburns.com.

Arte e vinho do Porto: o já reconhecido “pairing” da Cockburn’s

O projeto “Mosto” assinala mais um passo da Cockburn’s no apoio à cultura e, em particular, às artes visuais. A marca, que tem vindo a destacar-se pela abordagem jovem e irreverente no comércio e consumo do vinho do Porto, promoveu, nos últimos três anos, a Street Art Competition. A iniciativa já reuniu, nas Caves Cockburn’s, dezenas de artistas nacionais e internacionais, desafiados a criar, durante uma tarde, projetos inspirados nas cidades do Porto e Vila Nova de Gaia, no vinho do Porto e no património material e imaterial do Douro.

A aposta numa relação de proximidade com estes artistas, assim como o desejo de ser uma aliada dos artistas emergentes, são prioridade da marca, que tem promovido outras iniciativas neste âmbito. Exemplo disso é o lançamento, em 2023, de uma caixa exclusiva de Porto Vintage 2007 e Quinta dos Canais Vintage 2007, ilustrada pela artista brasileira Paula Rezende – vencedora da Street Art Competition 2022. E porque irreverência e tradição caminham de mãos dadas, a Cockburn’s homenageou o trabalho dos tanoeiros através de um mural, desenvolvido em parceria com o Projeto Ruído e apresentado no ano passado, nas paredes da Garrafeira do Carmo, na baixa do Porto. Refira-se que a Cockburn’s é a única casa de vinho do Porto com uma tanoaria nas suas caves, albergando também o maior armazém de envelhecimento de vinho do Porto da zona histórica de Vila Nova de Gaia.

gavin renshaw residência (1) créditos reservados
Cockburn’s, da Quinta dos Canais < “Mosto”

Sobre a Symington Family Estates

Os Symington, de ascendência escocesa, inglesa e portuguesa, são produtores de vinho do Porto no norte de Portugal, desde 1882. Há cinco gerações que conjugam a sua paixão de produzir vinhos, em especial vinhos do Porto, de elevada qualidade com o seu forte compromisso com a região e as suas pessoas. Hoje, dez membros da família Symington trabalham nas suas quatro famosas casas de vinho do Porto – Graham’s, Cockburn’s, Dow’s e Warre’s –, bem como nos seus projetos de vinhos do Douro: Quinta do Vesúvio, Quinta do Ataíde, Altano, Prats & Symington (Chryseia) e, o seu mais recente, Quinta da Fonte Souto, no Alto Alentejo. A Symington Family Estates é um dos principais produtores de Portos premium e a família é a principal proprietária de vinhas no Douro, com 26 quintas a perfazer 2.420 hectares, dos quais 1.114 de vinha. As vinhas são geridas sob princípios de sustentabilidade, sendo que 130 hectares têm certificação biológica – a maior área de vinha biológica no Douro. A família tem efetuado investimentos significativos em I&D na viticultura, para adaptação às alterações climáticas, e promove um ambicioso plano de sustentabilidade denominado ‘Missão 2025’, que integra um conjunto de metas. Em 2019, a empresa alcançou a certificação B Corporation, tornando-se na primeira empresa de vinhos em Portugal a dar este importante passo, juntando-se a uma comunidade global empresarial auditada segundo os mais elevados padrões de responsabilidade social e ambiental, com o compromisso de usar o negócio como uma força para o bem.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Please follow and like us:
Pin Share
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!