lifestyleportugaltec

Compras de Natal, de última hora, em segurança

Microsoft partilha algumas dicas para garantir que a época festiva não lhe traz dissabores

Quer seja dos que planeiam com antecedência, ou dos que faz as compras em contrarrelógio, o período festivo é pródigo nas compras em comércio eletrónico. Sem surpresas e num contexto de pandemia com mais restrições em todo o mundo, de acordo com o mais recente inquérito da Microsoft, realizado pelo YouGov, este ano, 63% das compras de Natal serão feitas online.

Dados do INE, disponibilizados recentemente, mostram que nos últimos três meses deste ano, 40,4% dos portugueses, entre os 16 e os 74 anos, realizaram compras online e espera-se que este indicador dispare à medida em que nos aproximamos do Natal.

O preço e a disponibilidade dos produtos são as questões mais importantes para os consumidores. O preço está no topo da lista para 69% das pessoas e a disponibilidade é factor decisivo para 53%. O facto de os consumidores estarem preocupados em receber as compras atempadamente leva a que 54% das pessoas tenham assumido que questões com cadeias de abastecimento e distribuição são importantes de ter em conta.

Por outro lado, menos de metade dos inquiridos (48%) considera a segurança e a proteção dos seus dados pessoais como prioridade quando faz compras online. 61% dos consumidores revela ter sido vítima de compras fraudulentas, mas a maioria dos esquemas são evitáveis.

Perante este cenário, a Microsoft partilha algumas dicas simples e úteis para garantir a segurança das compras online nesta época festiva.

Desconfie das ofertas que parecem demasiado boas para serem verdade
Nesta altura, os esquemas online tornam-se mais frequentes e sofisticados, capitalizando as preocupações dos consumidores com a disponibilidade e tempo de entrega dos produtos. Os resultados do inquérito mostram que um em cada quatro consumidores admitiram já ter comprado um item que não correspondeu à descrição feita online. Se recebeu um e-mail duvidoso, antes de clicar, passe o cursor sobre todos os links para confirmar se o endereço corresponde ao que é mencionado na mensagem. Procure erros na ortografia, letras extra ou outros sinais suspeitos. Em caso de dúvida, vá diretamente ao website do comprador e confirme se a oferta é verídica.

Dispense a utilização de passwords
As passwords fracas são a porta de entrada para a maioria dos ataques, registando-se em média 579 ataques a cada segundo. Sempre que possível, remova completamente a sua password e escolha uma alternativa mais segura de autenticação.

Recorra à Autenticação Multifator (MFA)
Se alguém tentar entrar na sua conta, a Autenticação Multifactor notifica-o com uma mensagem, e-mail ou outro método escolhido, impedindo a tentativa de acesso. A Autenticação Multifactor pode bloquear mais de 99% dos ataques às passwords.

Use ferramentas gratuitas e de confiança
O Microsoft Edge oferece várias funcionalidades gratuitas para o manter protegido quando faz compras online. Se algum dos seus logins guardados for comprometido, o Password Monitor irá notificá-lo, permitindo-lhe alterar rapidamente a sua password com a nova funcionalidade Easy Update, do Microsoft Edge. O Password Generator gera automaticamente uma sugestão de password forte e única, sempre que precisar.

Estas são algumas dicas simples que podem ajudar a tornar as compras online de Natal mais seguras, mas mais importante é manter-se vigilante ao longo de todo o ano – #BeCyberSmart.
O estudo YouGov realizou-se a uma amostra de 2.100 adultos, com idade superior a 18 anos, entre os dias 3 e 5 de novembro, nos EUA.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!