economiaportugaltec

Consumidores com mais de 65 anos invadem o online e crescem 240%

Efeito da Pandemia no E-Commerce

FACE AO PERÍODO PRÉ-PANDEMIA, FAIXA ETÁRIA GASTOU MAIS 360% DO QUE EM 2019

Os consumidores com mais de 65 anos invadiram o online durante a pandemia e representam agora uma fatia muito maior das receitas no e-commerce, revela o KuantoKusta (KK), numa análise ao comportamento do consumo daquela faixa etária no período pré-pandémico e pós-pandémico.

Este grupo de consumidores tem os piores índices de confiança no comércio eletrónico e nos pagamentos online, mas as restrições ao comércio tradicional e os confinamentos impostos pela pandemia forçaram a população mais resistente a realizar compras online pela primeira vez.

Estes consumidores estão mais modernos, mais digitais e mais atualizados. É um efeito perverso da pandemia que obrigou as pessoas a atualizarem-se e a desenvolverem competências que não tinham até ao momento.”, refere Sara Sá, da direção de Marketing do KK, reforçando que “as pessoas com mais de 65 anos já gastaram mais 360% do que em período equivalente face a 2019”.

O comparador de preços avança que, só no seu site registou, desde o início do ano, 898 mil utilizadores com mais de 65 anos, o que representa quase 40% da população total desta faixa etária, enquanto que, no mesmo período, em 2019, este número rondava apenas os 264 mil utilizadores.

Os consumidores com mais de 65 anos representam agora 13% do total de utilizadores do site, face aos 5,5% de 2019. Temos notado uma confiança clara, e crescente, por parte desta faixa etária em comprar online, em todas as áreas. Se os utilizadores continuarem satisfeitos com as suas compras, a tendência continuará positiva, mesmo no pós-pandemia”, reconhece Sara Sá.

Produtos para animais no topo dos mais comprados

Os produtos veterinários para cães representam a maior subida de consumo na faixa etária dos maiores de 65 (690%). Também perfumes (378%), ração para animais domésticos (300%) e vitaminas (290%) verificaram as subidas mais expressivas.

Os tablets (280%), aspiradores robot (235%), e portáteis e smartwatches (180%) registaram também um crescimento significativo em categorias de produtos tecnológicos que anteriormente não tinham muita expressão nos hábitos destes consumidores.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!