concertos/músicaculturaentretenimento

Festival Emergente realiza-se sem limite de lotação no Capitólio, em Lisboa

This post is also available in: English (Inglês)

3ª edição do Festival Emergente vai acontecer nos dias 15 e 16 de Outubro no Capitólio, uma das melhores salas do país e da cidade de Lisboa. Depois da difícil mas desafiante edição de 2020, o festival volta ao seu modelo original em dois dias, num alinhamento repleto de bandas emergentes.

Um cartaz cheio de talento, em resultado de um Open Call Super Emergentes fortíssimo, em que mais uma vez esta nova geração de músicos superou todas as expectativas e tornou a seleção extremamente difícil: foram selecionadas 11 bandas para o alinhamento. O cartaz conta com Sreya, Bia Maria, Evacigana, Madalena Palmeirim, Conjunto Júlio, Falso Nove, Too Many Suns, Quase Nicolau, Mikee Shite, Biloba, Mike Vhiles, April Marmara, Gator The Alligator, Caio, Chinaskee, Los Chapos, Humana Taranja e Solar Corona.

O Emergente faz assim jus à sua principal missão de apoiar a nova geração da música portuguesa, dando-lhe o maior número de oportunidades possível, fazendo-a subir a um palco com excelentes condições técnicas, espaciais e audiovisuais, para que o seu talento possa brilhar em grandes concertos com grandes performances, já uma imagem de marca do festival.

Sabendo que bons músicos se tornam ainda melhores músicos quando têm boas condições para fazer o que melhor sabem. Acreditamos que esse é o maior incentivo que podemos dar a esta nova geração para prosseguirem com os seus sonhos. Àqueles que subirem ao palco em resultado do Open Call, serão atribuidos ainda dois prémios: Melhor Concerto Super Emergente (por votação combinada do júri e do público) cujo prémio é a atuação no Festival Rodellus em 2022 e Melhor Projeto Musical (da responsabilidade exclusiva do júri) cujo prémio é a gravação dum EP ou álbum nos Estúdios Camaleão, em Lisboa.

O festival volta a ser realizado fisicamente e em Live Streaming, na plataforma Meo Blue Ticket. A receita do Live Streaming reverterá integralmente para a União Audiovisual, como forma de apoiar aqueles sem os quais os concertos não podem existir e que também nos apoiaram o ano passado.

Mais info aqui.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!