culturateatro

Kat Válastur – EYE, LASH!

This post is also available in: English (Inglês)

“É impressionante como a performance, a música, a cenografia e o desenho de luz
de Eye, Lash! se entrelaçam e criam, repetidamente, novos momentos de tensão.”
– Lennart Garbes, rbb24, 2021

CCB . 20 e 21 maio . sexta às 21h00 e sábado às 19h00 . Grande Auditório

Numa paisagem encantada composta por flores, telhas de metal e água, vemos a coreógrafa e performer Kat Válastur encarnar vários arquétipos e personas femininas. A mística medieval francesa Marguerite Porete, a personagem da Macaca, a personagem da filha do filme Stalker de Tarkovsky, ou a figura de Lady Jane Grey retratada numa pintura de Delaroche, materializam-se nesta confissão «operática» sobre a construção do eu e da identidade. Kat Válastur mergulha no seu arquivo cinético idiossincrático e usa o seu imaginário e a sua linguagem visual para explorar a experiência caleidoscópica de uma artista feminina na contemporaneidade. Com a ajuda dos espíritos das mulheres do passado e do presente que foram oprimidas, marginalizadas, abusadas, queimadas ou decapitadas, Kat Válastur transforma o espaço numa zona, um mundo fechado e um potencial lar de poder mágico, carregado de transcendência e espiritualidade feminina.

A versão cinematográfica de Eye, Lash! foi lançada em março de 2021 e agora o espetáculo pode finalmente celebrar a sua estreia ao vivo em Berlim e em Lisboa em maio de 2022.

TEASER
Nascida em Atenas, Kat Válastur é coreógrafa e performer, sediada em Berlim. Os seus trabalhos coreográficos são definidos pela criação de experiências transformadoras em palco.

No seu trabalho, os corpos manifestam as formas como as estruturas de poder são vivenciadas e incorporadas. Recorrendo aos mitos como ferramenta, Kat Válastur cria espetáculos carregados de experiências históricas, ficcionais, sociais e pessoais. Esta construção mítica que canaliza a realidade torna-se um topos especulativo e um campo de força que os performers habitam. As suas coreografias elaboradas com precisão são definidas pela forma como os corpos são submetidos ao poder e pela forma como o transformam lentamente numa posição de resistência. As condições coreográficas em que Kat Válastur cria, e que a própria apelida de «campos de forças», preparam o terreno para que ela e os performers construam uma linguagem de dança que se foca no elemento de transformação.

Os seus trabalhos já foram apresentados em locais como: HAU Hebbel am Ufer, Théâtre de la Ville, Rencontres Choregraphiques de Seine-Saint-Denis, Theatre de Nimes, Tanz im August, Aerowaves, Springdance Festival, Tanzquartier Wien, Künstlerhaus Mousonturm, STUK, Hellerau, Theaterfestival Basel, Athens Epidaurus Festival, B.Motion Festival, The Place, Onassis Cultural Centre, Festival Madrid En Danza, Hamburger Bahnhof, Fundação de Serralves, Julidans, entre outros.

  • Conceito, coreografia e performance Kat Válastur
  • Desenho de luz Martin Beeretz
  • Assistente de luz Vito Walter
  • Música e desenho de som Stavros Gasparatos
  • Assistente de som Reej Metz
  • Cenografia Ulrich Leitner
  • Escultura de palco Ulrich Linke
  • Figurinos Kat Válastur, werkstattkollektiv
  • Apoio à dramaturgia Maja Zimmerman
  • Assistente de coreografia Tamar Sonn, Lena Klinke
  • Gestora de produção Sina Kießling
  • Digressão Mascha Euchner-Martinez

Confirme sempre junto da sala de espetáculos ou promotor as condições de acesso, confirmação da data ou horário, local de venda dos bilhetes, preço e disponibilidade.

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!