a concerto selectbanner-spotlightconcertos/músicacultura

Caparica rende-se a T-Rex, Bispo, Mishlawi e Dillaz

Festival O Sol da Caparica

O quarto dia teve uma promoção, T-Rex subiu ao palco principal para fazer companhia ao António Zambujo, Mafalda Veiga, Bispo, Mishlawi e Dillaz.

O Sol da Caparica teve mais um dia quente, fora dos palcos mas também em cima dos palcos, com várias actuações que escaldaram.

O dia começou com António Zambujo no palco Super Bock, seguiu-se Mafalda Veiga, Nelson Freitas, e depois a surpresa, T-Rex passou para o palco principal, que fez o “aquecimento” do publico, e bem, antes das estrelas entrarem em “campo“, Bispo, Mishlawi e Dillaz, que tiveram o recinto cheio para os ouvir.

Bispo um dos nomes mais carismáticos do hip hop nacional, a sua escrita crua a actuação forte, mais uma vez bem conseguida na Caparica, o rapper da linha de Sintra fala directamente para um público, retrata uma realidade partilha com os seus fans.

Mishlawi, um artista de hip-hop americano, que cresceu em Portugal, começou sua carreira musical no YouTube, antes de Richie Campbell o dar a conhecer a Portugal, mas rapidamente passou fronteiras, foi muito acarinhado pelo publico que esteve no festival da Caparica.

Já de madrugada foi a vez de Dillaz, entrar em palco, um dos artistas mais conceituados no contexto do Hip-Hop português, com um concerto como sempre muito dinâmico, apresentou temas do seu mais recente álbum, mas também os que o tornaram conhecido do público.

O palco Free Now, não ficou atrás, do “irmão maior“, Cláudia Pascoal, foi a primeira a subir ao palco, o concerto de Dynamo não se realizou, mais conhecida por ter representado Portugal no concurso Eurovisão em 2018, conquistou de imediato o publico que foi cedo para a ouvir, seguiu-se Cuca Monga, e depois o fenómeno, Chico da Tina, com músicas repletas críticas e caricaturais a que junta a uma imagem especial, formando a combinação perfeita entre tradição e modernidade, resultou em mais uma enchente de publico, que rivaliza com o palco principal. 

PoesiaAcustica o projeto, que conquistou todo o Brasil, de que fazem parte MC Cabelinho, Chris MC e TZ da Coronel e agora conta com a sensação carioca N.I.N.A, foi a actuação que se seguiu, interrompida por diversas vezes pelo grupo, para dar assistência ao publico que ia sofrendo com o calor e de exaustão, mas não arredava pé, para ver os seus ídolos.

Para fechar o palco secundário ficaram os Bateu Matou, grupo formado por Ivo Costa (Batida, Sara Tavares), Quim Albergaria (Paus) e Riot (Buraka Som Sistema), na companhia de Pité e Rahissa num concerto onde a percussão é a rainha da festa.

No palco Jazzy o destaque foi a Battle All Syles, numa competição onde os fans e o publico foram o júri, mas onde também actuações de Lil Malaikes kids, Jazzy Intensive, Jazzy Dance Crew e Funk Fest c/Yayaa.

O palco Unlock Energy contou com Tiger Lewis, Kevu e Kura para levar a festa até de madrugada no penúltimo dia d’O Sol da Caparica.

Hoje ultimo dia pode ver:

Palco Comédia

  • Chico Alves
  • Rui Xará
  • Aldo Lima

Palco Free Now

  • Maneva
  • Gil Semedo
  • Yuri NR5
  • Maninho
  • Nenny
  • Papillon

Palco Super Bock

  • Barbara Bandeira
  • MC Don Juan
  • Tiago Bettencourt
  • Kevinho
  • Os Quatro e meia
  • Carlão
  • José Cid

Palco Unlock Energy

  • Massivedrum
  • Vanco
  • Dieff

Palco Jazzy

  • D. Life Acadamy
  • Lil Malaikes
  • Jazzy Dance Crew
  • Feel it Dance

Siga-nos nas redes sociais como o Facebook, Twitter, Instagram, Youtube e TikTok e veja os nossos conteúdos exclusivos.

Artigo em actualização

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo
error: Content is protected !!